Publicidade

Estado de Minas EDUCAÇÃO

Em Contagem, ano letivo começa de forma remota no dia 3

Alunos que tiverem dificuldade para acessar as aulas pela internet poderão retirar material impresso nas escolas municipais


01/03/2021 14:49 - atualizado 01/03/2021 15:18

Secretaria Municipal de Educação decidiu alinhar o calendário escolar municipal ao estadual e garantir recessos em junho e outubro(foto: Prefeitura Municipal de Contagem/Divulgação)
Secretaria Municipal de Educação decidiu alinhar o calendário escolar municipal ao estadual e garantir recessos em junho e outubro (foto: Prefeitura Municipal de Contagem/Divulgação)
A Secretaria Municipal de Educação de Contagem, cidade localizada na Grande BH, anunciou nesta segunda-feira (1º/3) que as aulas das escolas municipais e da Fundação de Ensino de Contagem (Funec) serão retomadas na quarta (3/3), de forma remota. Ainda não há, segundo o órgão, perspectivas para a volta presencial das aulas.

Para estudantes e famílias que tiverem dificuldades no acesso à internet ou não possuírem celular ou computador para acessar a plataforma de ensino, a Secretaria de Educação vai disponibilizar um material de apoio impresso, que será retirado nas escolas ao menos duas vezes por mês. As escolas também emprestarão livros didáticos para auxiliar os estudantes no desenvolvimento das atividades não presenciais. Para evitar aglomerações, cada unidade escolar definirá os dias e horários para a retirada e devolução do material, respeitando as normas sanitárias.

 
Segundo a secretária municipal de Educação, Telma Fernanda Ribeiro, o calendário escolar de 2021 da Rede Municipal de Ensino está alinhado com o da rede estadual e garante aos estudantes os recessos de junho e outubro, além de todos os feriados municipais e nacionais.

Inicialmente, as atividades escolares não presenciais começariam no dia 1º de março, no entanto, para concluir as diretrizes encaminhadas para as escolas, a Seduc alterou a data para a próxima quarta-feira (3/3), considerando os dias 1º e 2 escolares sem interação com os estudantes.

A Seduc realizou um diagnóstico sobre as ferramentas e os métodos adequados para as atividades escolares com os estudantes. De acordo com pesquisa realizada com funcionários, entendeu-se que era possível trabalhar com variados recursos para atender melhor cada escola na sua necessidade.

Desta forma, cabe à direção da escola, com sua equipe de educadores, escolher a ferramenta e a plataforma a serem utilizadas para as atividades pedagógicas com os estudantes. “A preocupação da Secretaria foi respeitar as características territoriais e os processos que já foram construídos em cada unidade escolar”, diz o subsecretário de ensino, Anderson Cunha.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade