Publicidade

Estado de Minas TENTATIVA DE FEMINICÍDIO

Homem é preso depois de tentar matar a ex em sacolão de Contagem

Ataque foi registrado pelas câmeras de segurança do estabelecimento; agressor viveu com a mulher por 8 anos e não aceitava o fim do relacionamento


19/02/2021 09:28 - atualizado 19/02/2021 12:31

Homem de 28 anos esfaqueou a ex em Contagem por não aceitar o término do relacionamento.(foto: Google Maps/Divulgação)
Homem de 28 anos esfaqueou a ex em Contagem por não aceitar o término do relacionamento. (foto: Google Maps/Divulgação)
Um homem de 28 anos foi preso nesta quinta-feira (18/02) em Contagem, Região Metropolitana de Belo Horizonte, suspeito de tentar matar a ex-companheira, de 22. Ele esfaqueou a jovem no local de trabalho dela, um sacolão situado na Avenida Coronel Benjamim Guimarães. A trabalhadora sobreviveu ao ataque e passa bem. 

Segundo a Polícia Militar, a cena foi gravada pelas câmeras do estabelecimento. O suspeito entrou na loja transtornado, armado com uma faca, já partindo para cima da ex, que trabalha como caixa e estava sentada de costas para a entrada. Uma colega de trabalho tentou alertá-la do perigo, mas ela não teve tempo de reagir e, assim, foi ferida na coxa direita, nos glúteos e na canela. O agressor foi contido por clientes e funcionários do sacolão, que acionaram a PM. 

Aos militares, ele disse que estava revoltado, pois viveu com a vítima um relacionamento de oito anos, já encerrado. Recentemente, teria descoberto que foi traído. A moça relatou que este não foi o primeiro episódio de violência entre os dois. No dia 6 de fevereiro, ela registrou contra o ex-companheiro um boletim de ocorrência, pois foi ameaçada de morte

Encaminhada ao Hospital Regional de Contagem, a jovem teve os ferimentos tratados e já foi liberada. O suspeito foi levado à Delegacia de Plantão de Contagem, no Bairro Cidade Industrial.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade