Publicidade

Estado de Minas GOLPE

Polícia prende estelionatários paulistas que agiam em Ouro Preto

Prisão foi possível graças à descrição feita pelas vítimas e ajuda de motorista de táxi


07/01/2021 18:17

(foto: PMMG/Divulgação )
(foto: PMMG/Divulgação )

Dois estelionatários paulistas, que vinham aplicando golpes em Ouro Preto, foram presos pela Polícia Militar, que recuperou cerca de R$ 4,5 mil e 15 máquinas de cartão. A PM foi acionada por vítimas de estelionato, ocorridos no período da tarde de quarta-feira (6/1), nos bairros Antônio Dias e Barra, em Ouro Preto.

Segundo as vítimas, o golpe se iniciava com o recebimento de uma ligação telefônica de um homem que se identificava como funcionário de um banco, que dizia, para convencer a vítima, que seu celular e cartão bancário haviam sido clonados.
 
 
Ele explicava que a pessoa deveria confirmar os dados pessoais e do cartão. Conseguia, também, com que as vítimas digitassem a senha para gerar um novo cartão.

Além disso, o estelionatário informava que um funcionário do banco iria até sua residência recolher o cartão e uma carta, que a vítima deveria escrever de próprio punho e colocar em envelope lacrado, e que seria endereçada para fins de investigação policial.

De posse das características dos autores, foi montada uma operação policial. Depois de verificarem câmeras próximas às residências das vítimas, os policiais conseguiram visualizar que o autor era moreno, trajando calça jeans azul e camisa branca.

Depois de pegar o cartão e a carta, o homem saía, sempre, de táxi. Ele foi localizado e o motorista mostrou o local, o hotel, onde o referido homem tinha desembarcado.

No hotel, no Centro da cidade, os policiais identificaram a prenderam dois suspeitos, de 20 e 30 anos. Com eles, foram apreendidos cinco celulares; 15 máquinas de cartão de débito/crédito; 15 cartões bancários; R$ 4.507 em dinheiro; cinco extratos de transferência bancária e a roupa utilizada pelo homem, que ia até a casa das vítimas. Além de um veículo Chevrolet Ônix, de cor prata e placa de São Paulo.

O homem de 20 anos foi reconhecido pelas vítimas do estelionato. Os autores foram conduzidos para a Delegacia de Ouro Preto, onde foram autuados.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade