Publicidade

Estado de Minas BR-381

Confira a lista de mortos no acidente do ônibus em João Monlevade

Ônibus despencou de viaduto na tarde dessa sexta-feira. Corpos das vítimas estão no IML de Belo Horizonte e alguns ainda não foram identificados


05/12/2020 13:00 - atualizado 05/12/2020 13:31

Bombeiros recolhem pertences dos passageiros do ônibus, que caiu perto da linha férrea(foto: Leandro Couri/EM/DA Press)
Bombeiros recolhem pertences dos passageiros do ônibus, que caiu perto da linha férrea (foto: Leandro Couri/EM/DA Press)


Foi divulgada na manhã deste sábado a lista das vítimas do acidente com um ônibus que seguia de Alagoas para São Paulo e caiu de uma ponte na BR-381, entre João Monlevade e Nova Era, na Região Central de Minas Gerais. Dezoito pessoas morreram, 23 ficaram feridas e três não tiveram ferimentos graves. 

O levantamento faz parte de um relatório da Defesa Civil do estado divulgado pela Polícia Civil hoje, atualizado às 9h30. Algumas das vítimas ainda não foram identificadas. Veja a lista abaixo:

Mortes no local do acidente

1. Maria Silma da silva Batalha
2. Denise Maria do Nascimento
3. José Ricardo da Silva
4. José Roberto Santos da Silva
5. Lázaro Santos Barbosa
6. Marcondes Teixeira lima
7. Manoel José da Silva
8. Joelson Queiroz dos Santos
9. Não Identificado
10. Não Identificado
11. Não Identificado
12. Não Identificado
13. Não Identificado

 
Mortes no Hospital Margarida, em João Monlevade

14. Cícero Jeferson Andrade da Silva
15. Clemilton Santos Nascimento
16. Cícero Oliveira Lima
17. Caio Lucas Santos
18. Elias Vieira Batalha
Os corpos foram levados para o Instituto Médico Legal (IML) de Belo Horizonte, na Região Oeste da cidade. A Polícia Civil montou uma força-tarefa para recepcionar e dar apoio aos familiares das vítimas que estão na capital para a liberação dos restos mortais. A Defesa Civil de Minas Gerais também disponibilizou veículos para levar as pessoas de João Monlevade para BH. 

Ainda há 16 pessoas internadas, sendo 13 no hospital de João Monlevade e três no João XXIII, em Belo Horizonte, devido a gravidade do estado de saúde.

Entenda o caso


Veja o que se sabe sobre o acidente (clique para ampliar a imagem)(foto: Arte EM)
Veja o que se sabe sobre o acidente (clique para ampliar a imagem) (foto: Arte EM)
A Polícia Civil de Minas Gerais abriu inquérito para apurar as causas do desastre minutos depois da queda do ônibus. Relatos de testemunhas apontam que as más condições mecânicas do veículo contribuíram para o acidente. Segundo testemunhas, o ônibus seguia pela BR-381, no sentido Ipatinga. Ao descer a serra, quando se aproximava da “Ponte Torta”, viaduto sobre o Rio Piracaba e a estrada de ferro Vitória Minas, o ônibus perdeu os freios e entrou pela contramão, descontrolado, chegando a bater no retrovisor de outro veículo que viajava no sentido contrário.

No “embalo da descida”, o veículo passou pela Ponte Torta, mas na subida perdeu aceleração (possivelmente por um outro problema mecânico) e começou a descer de ré, ainda segundo as testemunhas. Nesse momento, seis pessoas saltaram do veículo em movimento – uma delas seria o condutor do ônibus, que até o momento não foi identificado. Na sequência, o ônibus despencou do viaduto e pegou fogo.

As informações sobre a altura da queda variaram ao longo do dia, entre 15 e 35 metros. Mas a medição da perícia constatou que a altura é de 23 metros entre o viaduto e a área onde o ônibus caiu, ao lado dos trilhos da Estrada de Ferro Vitória-Minas. 

Na noite de ontem, equipe da Vale, que opera a ferrovia, trabalhava na liberação da área. Nesta manhã, Polícia Rodoviária Federal (PRF) e bombeiros trabalhavam na perícia do local do acidente e parte da ponte foi interditada. O ônibus foi retirado dos trilhos com um guindaste e levado para outro ponto.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade