Publicidade

Estado de Minas ATOS LIBIDINOSOS

Mecânico é preso em Contagem suspeito de crime sexual contra crianças e adolescentes

Investigações apontam que ele chegou a pedir que as vítimas, todas menores de idade, praticassem atos libidinosos até mesmo com animais


06/11/2020 12:07 - atualizado 06/11/2020 13:06

(foto: PCMG/Divulgação)
(foto: PCMG/Divulgação)
Uma denúncia anônima levou a prisão em flagrante de um mecânico, de 48 anos, que mora em Contagem Região Metropolitana de Belo Horizonte. Ele é suspeito de incentivar crianças e adolescentes a praticarem atos libidinosos em salas de bate-papo e redes sociais. A prisão faz parte da operação de combate a exploração sexual infantil denominada “Eu acredito em você”.

A investigação também aponta que o mecânico mantinha um relacionamento com uma adolescente da capital. As outras vítimas aliciadas virtualmente por ele eram de Minas Gerais e de outros estados do país. As informações foram divulgadas na manhã desta sexta-feira (6), pela Polícia Civil de Minas Gerais.

Conversas entre o suspeito e as vítimas mostram que ele encaminhava videos pornográficos de outras crianças para incentivá-las e, afirmava que era ele que estava nas imagens praticando os atos. Ele inclusive chegou a pedir para que as menores praticassem atos libidinosos com animais.

Com o homem foi encontrada grande quantidade de material contendo pornografia infantil. Nas imagens, algumas das vítimas eram bebês. O celular dele e diverso pen drives foram apreendidos.

Também de acordo com a PCMG, ele assumiu a posse do material, confessou que sabia que estava mantendo as conversas com as criança, mas disse que não cometeu os abusos presencialmente. 

“Eu acredito em você”

Outros dois homens foram presos durante a operação “Eu acredito em você”, um idoso de 80 anos que havia sido condenado em 2013 suspeito de ter molestado a neta dos 6 aos 9 anos, e um sargento reformado da PM que abusava sexualmente da própria filha adolescente. 

De acordo com a Polícia Civil de Minas Gerais, o nome da operação foi dado a fim de manifestar apoio às vítimas que devem denunciar os casos através do disque 100.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade