Publicidade

Estado de Minas ZONA DA MATA

Incêndio de grandes proporções adia reabertura do Parque do Ibitipoca

Reabertura do parque, antes marcada para quarta-feira (30), fica adiada sem nova previsão; fogo começou em fazenda próxima ao parque


28/09/2020 14:22 - atualizado 28/09/2020 22:50

Na trilha da Janela do Céu, o fogo chega a 500 metros do Pico do Cruzeiro um dos principais pontos turísticos do parque(foto: Corpo de Bombeiros de Minas Gerais/Divulgação)
Na trilha da Janela do Céu, o fogo chega a 500 metros do Pico do Cruzeiro um dos principais pontos turísticos do parque (foto: Corpo de Bombeiros de Minas Gerais/Divulgação)
Um incêndio de grandes proporções, iniciado em uma fazenda próxima ao Parque Estadual do Ibitipoca, nos municípios de Lima Duarte e Santa Rita do Ibitipoca, na Zona da Mata, às 17h30 de domingo (27), espalhou-se para dentro da unidade de conservação e ameaça os principais pontos turísticos da área. 

Reabertura do parque, antes marcada para quarta-feira (30), fica adiada sem nova previsão (foto: Corpo de Bombeiros de Minas Gerais/Divulgação)
Reabertura do parque, antes marcada para quarta-feira (30), fica adiada sem nova previsão (foto: Corpo de Bombeiros de Minas Gerais/Divulgação)

 

Segundo o tenente Natan Canavês, do 4º Batalhão do Corpo de Bombeiros de Juiz de Fora, a corporação foi acionada para prestar apoio às 6h30 de segunda-feira (28). Às 13h30, o helicóptero Arcanjo 04 dos bombeiros chegou ao local.

 

“Em princípio, a orientação era para que os tripulantes, ao visualizarem a área do alto, pudessem orientar e melhor distribuir as esquipes em terra, pois são vários focos”, explica o oficial.

 

Essa aeronave possui o sistema de bolsa para armazenagem e lançamento de água e, caso fosse necessário, seria verificado o melhor local para abastecimento.

Tanto os bombeiros quanto a equipe de brigadistas do Instituto Estadual de Florestas (IEF), que possui um posto dentro do parque, não sabiam ainda precisar a área queimada nem as causas do acidente.

 

Conforme o diretor de Unidades de Conservação do IEF, Cláudio Castro, entre brigadistas do IEF, militares - foram duas equipes enviadas – e voluntários, cerca de 80 pessoas atuavam no combate às chamas.

 

“O foco, no momento, são as ações de combate. Com o ocorrido, fica adiada a abertura do parque, prevista para a próxima quarta-feira (30). Assim que possível, informaremos nova data”, adianta.

 

Por volta das 17h30 desta segunda, os militares informaram que estavam descendo a serra para combater outro foco ao pé do morro e apoiar as equipes de brigadistas que lá atuavam. 

 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade