Publicidade

Estado de Minas TRÂNSITO

Congestionamentos e direção perigosa marcam retorno de feriado em Minas

Retorno do primeiro descanso prolongado com flexibilização quase que total do comércio de boa parte das cidades foi tenso nas estradas mineiras


07/09/2020 19:36

Na foto, fluxo de veículos na rodovia BR-381, sentido Belo Horizonte, uma das principais que cortam Minas Gerais(foto: Túlio Santos/EM/D.A Press)
Na foto, fluxo de veículos na rodovia BR-381, sentido Belo Horizonte, uma das principais que cortam Minas Gerais (foto: Túlio Santos/EM/D.A Press)

 

Bastou o primeiro feriado após a mais flexível fase de isolamento desde o início da pandemia do novo coronavírus (Sars-Cov-2), em Minas Gerais, para que as estradas voltassem a experimentar um movimento semelhante apenas a feriados como o carnaval, época sem restrições de circulação e atividades. E não foi apenas isso. Diante das compridas fileiras de veículos, motoristas apressados e imprudentes avançaram sobre os acostamentos para tentar ganhar tempo e se lançaram na contramão em trechos proibidos, de faixas contínuas, ignorando os riscos de acidentes.

 

O principal foco de retenções rodoviárias foi a BR-381, entre BH e João Monlevade, a chamada Rodovia da Morte, que, além das 200 curvas em 100 quilômetros e do fluxo intenso esperado no recesso, ainda apresentava problemas de trafegabilidade e desvios devido às obras de duplicação. Próximo a Bom Jesus do Amparo, motoristas tiveram de fazer desvios em trechos de terra. Os congestionamentos e lentidão nessa via passaram de 40 quilômetros.

 

O movimento das estradas começou tranquilo, engrossando a partir das 14h. Principalmente na BR-381, para quem vinha do Espírito Santo e do Vale do Aço para a capital mineira, dois pontos de congestionamentos, retiveram mais o fluxo de carros. O pior deles se deve a um desvio em trecho de terra, entre Bom Jesus do Amparo e São Gonçalo do Rio Abaixo, onde se formaram 16 quilômetros de filas lentas e ainda ocorreu um acidente sem maior gravidade. A PRF recomendou que os motoristas buscassem rotas alternativas. Em Barão da Cocais, outro ponto de congestionamento se alastrou desde o acesso da cidade. Pontos de lentidão foram se ampliando ao longo do dia, tomando locais como o posto da Polícia Rodoviária Federal (PRF), em Sabará, na entrada de Ravena, em Roças Novas, nas proximidades do Restaurante do Amigão, no Trevo de Itabira à São Gonçalo do Rio Abaixo e em Antônio Dias (Sá Carvalho).

 

Já às 16h, o movimento se intensificou nas principais vias de acesso a BH, as BRs 381 e 040. Na Rodovia Fernão Dias, a BR-381 entre Betim e Contagem já contava com as pistas repletas de veículos seguindo em baixa velocidade e com retenções pontuais. Os segmentos com mais carros e mais baixa velocidade estavam todos em Betim, na altura do Bairro São João e adiante, na altura da fábrica de veículos da Fiat até o Jardim Piemonte, perfazendo cerca de 25 quilômetros.

 

Na BR-381 entre o Vale do Aço, Espírito Santo e BH, o tráfego pesado se emendou ao Anel Rodoviário, atravessando a capital, Sabará e Santa Luzia. Os trechos já enfrentavam dificuldades desde o início da tarde. Foi um momento que exigiu muita paciência dos veículos e que foi se agravando com o passar das horas.

 

Na BR-040, o movimento também foi intenso entre BH e Brasília (Norte) e a capital mineira e o Rio de Janeiro (Sul). Ocorreram pontos de congestionamento na parte Sul próximo ao Jardim Canadá (Nova Lima), entroncamento para Ouro Preto (BR-356), no topo do Mundo (Brumadinho), Itabirito, Congonhas, Conselheiro Lafaiete e Barbacena. No sentido Norte, o trecho mais carregado era o de mais de 15 quilômetros entre Ribeirão das Neves e Esmeraldas, devido ao enorme fluxo de veículos.

 

O fluxo nas vias estaduais só se agravou mais tarde, com a MG-010 experimentando maior intensidade na região de Lagoa Santa e a MG-050 com tráfego mais lento nas proximidades da Grande BH, próximo a Juatuba.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade