Publicidade

Estado de Minas COVID-19

Atraso no repasse de testes rápidos leva Sete Lagoas a suspender testagens agendadas

Cidade aguarda envio de 3,2 mil kits do estado e da União e passou a realizar o teste apenas nos casos suspeitos da doença


28/08/2020 15:41 - atualizado 28/08/2020 16:10

Laboratório Municipal de Sete Lagoas já analisou 724 amostras de exame RT PCR(foto: Divulgação/João Bamasan)
Laboratório Municipal de Sete Lagoas já analisou 724 amostras de exame RT PCR (foto: Divulgação/João Bamasan)
Um ofício da Secretaria Municipal de Saúde de Sete Lagoas, cidade localizada na Região Metropolitana de Belo Horizonte, correu as redes sociais nesta sexta-feira (28) e muito se alardeou sobre o município não ter mais testes rápidos para detecção da COVID-19 nas unidades de saúde. No documento, os postos são instruídos a suspender o agendamento para a realização de novos testes.

A superintendente de Vigilância Epidemiológica, Sueli Barbosa dos Santos Lacerda, que assina o ofício, explicou que até esta quinta-feira (27) qualquer pessoa que tivesse apresentando sintomas gripais leves poderia agendar a realização do teste nas unidades de saúde do município. 

Mas, em razão do estado e da União não terem realizado o repasse de pouco mais de 3,2 mil testes, os estoques dos postos estão mais baixos, com cerca de 1,4 mil testes nas 60 unidades de saúde. A previsão inicial era do recebimento de 10,7 mil kits, mas a cidade recebeu até o momento 7.460.

Isso levou o município a utilizar os testes que ainda tem apenas nos casos em que os médicos considerarem mais suspeitos da doença. “Nas unidades da Atenção Primária a decisão médica é soberana, inclusive, sobre a necessidade de realização do teste rápido. O profissional também  define se o paciente fica em isolamento diante da apresentação de sintomas”, explicou a superintendente.

Ofício solicita aos postos de sáude a suspensão dos agendamentos para a realização dos testes rápidos(foto: Reprodução/Redes Sociais)
Ofício solicita aos postos de sáude a suspensão dos agendamentos para a realização dos testes rápidos (foto: Reprodução/Redes Sociais)
Ao contrário do que circula nas redes sociais, a prefeitura garante que todas as unidades de saúde possuem os testes rápidos. Até o momento, cerca de 6 mil testes foram realizados nas unidades públicas de saúde municipais. Diante da incerteza no repasse dos testes, a administração municipal já iniciou processo para aquisição de 2 mil testes rápidos por meio de concorrência pública.

Sete Lagoas também possui laboratório próprio para realizar os exames RT PCR e, de acordo com a prefeitura, 724 amostras foram analisadas. 

“No início, os exames de RT PCR eram enviados para Funed [Fundação Ezequiel Dias], em Belo Horizonte. Após a montagem do laboratório próprio no município, as amostras passaram a ser enviadas para o Laboratório Municipal no final do mês de maio. O exame no laboratório é solicitado somente para o público específico constante nos protocolos do estado. Os testes rápidos são realizados em todas as unidades da atenção primária e na rede de urgência e emergência. Já os exames de RT PCR são colhidos somente nos hospitais e na UPA”, explicou Sueli Barbosa.
 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade