Publicidade

Estado de Minas GRANDE BH

Contagem: Pelo menos 20 bairros estão em situação de alerta para o coronavírus

Uma semana depois da reabertura do comércio, moradores pedem mais ônibus circulando pela cidade


13/08/2020 15:40 - atualizado 13/08/2020 17:04

Guarda Municipal fiscaliza usuários do transporte público(foto: Prefeitura de Contagem /Divulgação)
Guarda Municipal fiscaliza usuários do transporte público (foto: Prefeitura de Contagem /Divulgação)
Pelo menos 20 bairros estão em situação de alerta para o coronavírus em Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. De acordo com o secretário de Saúde do município, Cleber Faria, medidas sanitárias estão sendo implementadas para evitar que a retomada das atividades comerciais acelere o contágio pela COVID-19 na cidade.

“Estamos realizando ações de forma homogênea, como fiscalizações para coibir a atuação do comércio que não é amparado pelo decreto de flexibilização; fiscalizações referentes à aglomeração; higienização e desinfecção de pontos de grande circulação de pessoas; desinfecção de ônibus; ampliação de testes rápidos e RT-PCR; além de campanhas informativas”, explica o secretário. 

Uma semana depois da flexibilização do comércio em Contagem, a população já sente a mudança na cidade. Desde a última sexta-feira (7), as lojas e shoppings do município estão autorizadas a funcionar de 9h às 21h, sempre de quarta-feira a sábado. 

“Mesmo com a redução de horários, tem muitas pessoas na rua, temos que tomar cuidado”, diz a estudante Talita Resende, de 21 anos. Assim como ela, muitos moradores da cidade andam apreensivos com o movimento.

Transporte

Um dos temores da população são os ônibus lotados circulando pela cidade. "Com a abertura do comércio em BH, os ônibus ficaram ainda mais lotados. Acho que o comércio não deveria de aberto", conta a servidora pública Maria Eva da Silva, 45 anos.

 

Em nota, a Transcon informou que "tem intensificado a fiscalização da higienização e lotação das linhas municipais". "Diariamente, agentes visitam as garagens para verificar o cumprimento das normas estabelecidas por Decretos Municipais. Com as regras de isolamento social, a quantidade de passageiros caiu de 100 mil para 45 mil, por dia", completa a nota.


Boletim epidemiológico

 

O município contabiliza 215 óbitos e 5.237 casos confirmados de COVID-19 até esta quinta-feira (13), segundo dados do boletim epidemiológico municipal.


Apesar da abertura parcial do comércio, a prefeitura garante que, por enquanto, novas flexibilizações não estão previstas. “Atualmente, a taxa de ocupação de leitos gira em torno de 70% para enfermaria e 75% para UTI, o que não possibilita avançar na flexibilização”, reforça o secretário municipal de saúde.

 

Retomada das atividades

Contagem havia aderido ao Minas Consciente, do governo do estado, em julho deste ano. Com a adesão, a cidade estava na classificação de onda vermelha para contágio da doença, sendo permitidos apenas os serviços essenciais em funcionamento.

 

Segundo a prefeitura, a flexibilização foi de encontro à decisão das duas cidades vizinhas: Belo Horizonte e Betim, que adotaram medidas semelhantes de flexibilização do comércio. “Foram estabelecidas medidas que possam reduzir a exposição, como número reduzido de funcionários nos estabelecimentos, disponibilização de álcool 70, espaçamento de no mínimo dois metros entre clientes e obrigatoriedade do uso de mácaras", explicou o secretário.

"Sanções também foram impostas aos comerciantes que não cumprirem as medidas. A multa pode variar de R$ 500 a R$ 30 mil”, completou Cleber Faria.

 

 

 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade