Publicidade

Estado de Minas

Itabira inicia testagem de 9 mil pessoas para investigar avanço do coronavírus

Cidadãos serão sorteados eletronicamente em quatro ciclos de testagens. Município se aproxima de mil notificações positivas


postado em 13/07/2020 20:14

Os materiais para o levantamento foram doados pela Vale(foto: Ascom/Prefeitura de Itabira )
Os materiais para o levantamento foram doados pela Vale (foto: Ascom/Prefeitura de Itabira )
A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de Itabira dá início, nesta segunda-feira (13), a um inquérito epidemiológico que visa mapear o avanço da covid-19 na cidade. Ao todo, serão aplicados 9,4 mil testes, divididos em quatro ciclos de 2.352 pessoas. Os cidadãos que participarão do processo serão escolhidos por sorteio que levará em consideração os cadastros em postos de saúde do SUS.
 
Segundo explicou a SMS, serão quatro ciclos de testagem, com diferença de 15 dias entre um e outro. Todos terão o mesmo número de moradores assintomáticos sorteados. Ao final, o município pretende identificar o percentual da população que já teve contato com o novo coronavírus. 

Os materiais para o levantamento foram doados pela Vale. A entrega dos aproximadamente 10 mil testes e outros insumos – lancetas, máscaras cirúrgicas, aventais, luvas – ocorreu na última sexta-feira (10) e foi acompanhada pelo prefeito Ronaldo Magalhães (PTB).

A partir do sorteio, as 32 equipes do PSF entram em contato com os sorteados por telefone para informar e agendar a testagem rápida. A maioria deverá comparecer na unidade de referência do próprio bairro em horário agendado. No caso daqueles que pertencem aos grupos de risco, a testagem será agendada no domicílio. 

“Essa é uma boa oportunidade para cada itabirano saber gratuitamente se está com a covid-19 ou se já teve contato com o coronavírus”, afirmou a secretária de Saúde, Rosana Linhares. Ela ainda reforçou a importância da participação dos cidadãos sorteados e acrescentou que o resultado do teste rápido é obtido poucos minutos após sua aplicação. 

“O profissional de saúde enviado para a realização do teste deverá se identificar no portão da residência apresentando o documento pessoal e uma carta de apresentação com carimbo e assinatura da secretária de Saúde de Itabira. Contamos com todos os cidadãos para concluir essa importante ação no enfrentamento à pandemia”, concluiu a secretária.

Testagem na cidade

O inquérito epidemiológico será um avanço grande na relação entre população e quantidade de testes para o coronavírus em Itabira. Os cerca de 9,4 mil exames a serem aplicados equivale a quase 8% dos 119 mil habitantes do município (dados de 2018, do IBGE). 
 
Em relação a outras cidades e ao próprio estado de Minas Gerais, Itabira tem percentual considerável de testagem para a covid-19, muito também por causa dos exames aplicados pela mineradora Vale em todos os seus funcionários e terceirizados. 
 
De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, atualmente são aplicados de 80 a 100 testes por dia na cidade. Os cálculos da Prefeitura são de que aproximadamente 13% da população já tenha sido submetida ao exame que detecta a covid-19. 
 
Casos aumentam
 
Segundo boletim epidemiológico divulgado nesta segunda-feira (13) pela SMS, Itabira possui, atualmente, 914 casos confirmados de covid-19. Desse total, 738 são considerados recuperados, 170 estão em isolamento social, três estão em internados e outros três evoluíram para óbito. A cidade ainda tem 149 notificações suspeitas em monitoramento, sendo 14 hospitalizados e um óbito em investigação. 
 
Nesta segunda-feira, a Prefeitura autorizou a reabertura de igrejas a partir do dia 20 de julho, desde que seguidas as recomendações que constam no decreto. A participação de fiéis está limitada a 30 pessoas e os cultos ou celebrações não poderão ultrapassar uma hora de extensão. 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade