Publicidade

Estado de Minas

Após derrubada de árvores, Contagem lança programa de plantio de mudas

Em uma semana a prefeitura retirou 244 árvores de grande porte na principal avenida do Eldorado para instalar novo sistema de transporte público. Meio ambiente diz que plantará novas mudas


postado em 10/07/2020 10:03 / atualizado em 10/07/2020 11:10

Meio Ambiente anunciou plantio de árvores com características próprias para áreas urbanas(foto: Ricardo Lima /PMC)
Meio Ambiente anunciou plantio de árvores com características próprias para áreas urbanas (foto: Ricardo Lima /PMC)
A cena de galhos frondosos ocupando as vias e o barulho das motosserras causou indignação para quem passou na Avenida João Cesar de Oliveira, no Bairro Eldorado, em Contagem, na última semana de junho. Foram suprimidas 244 árvores, de diversas espécies, algumas centenárias. Segundo a Autarquia Municipal de Trânsito e Transporte (Transcon), empresa que gerencia o transporte e trânsito no município, o serviço é para dar passagens a pistas e estações do Sistema Integrado de Mobilidade (SIM).

O novo formato de circulação, embarque e desembarque  dos ônibus públicos, vai ser implantado até o segundo semestre do ano que vem. As árvores foram retiradas no canteiro central, onde serão construídas as estações de transferência em plataforma elevada para embarque em nível, atendendo os dois sentidos do tráfego.

A prefeitura alegou  que, além das obras do SIM, algumas das árvores foram cortadas "por estarem muito velhas, com risco de queda e de danos à rede elétrica". Ontem (9/7) a Secretaria Municipal do Meio Ambiente (Semad) e Transcon lançaram um programa que promete o plantio de 2,3 mil mudas de árvores em todo o munícpio como "uma forma de compensação".

A legislação ambiental da cidade determina que, para cada árvore suprimida, dez novas mudas devam ser plantadas em locais públicos. Dez palmeiras adultas que foram removidas na mesma avenida, na altura do 13º Batalhão da PM, próximo ao complexo viário do Beatriz, serão replantadas na Avenida Helena de Vasconcelos Costa, no Cincão, bairro destinado a instalação de indústrias, entre o aterro sanitário e o viaduto da Ceasa.
 
O engenheiro da Transcon, Renato Mafra, explicou que para construir as estações de transferência foi preciso fazer a supressão de  árvores. “Todas as estações têm projeto paisagístico que inclui o plantio de árvores. Além disso, para a compensação ambiental, vamos plantar árvores no entorno da avenida João César de Oliveira. Ou seja, vamos replantar uma quantidade superior da que será suprimida, de acordo com as legislações e licenças ambientais”. 
 
Tércio de Sales Morais, superintendente de políticas ambientais da Semad disse que as espécies extraídas eram exóticas (não nativas) e impróprias para o ambiente urbano. Ainda segundo ele, o inventário, realizado pela secretaria identificou que 45% das 700 mil árvores plantadas na cidade são exóticas ou impróprias para o espaço urbano. "Agora, em parceria com a Transcon, a Semad plantará espécies que compõem esse cenário de forma harmônica, como quaresmeira, aroeira salsa, ipê, oitis e patas de vaca. Será um avanço ambiental histórico, da mesma forma que o SIM trará benefícios sem precedentes aos pedestres, ao transporte coletivo e ao trânsito de uma forma geral”, explicou o superintendente. O município conta com nove parques e 256 praças.
 

Sistema Integrado de Mobilidade (SIM)


As obras da construção do segundo trecho do Corredor Norte/Sul, com seis quilômetros de extensão que compõem o Sistema Integrado de Mobilidade (SIM), começaram em maio.  Esta é a etapa que começa no complexo viário do Beatriz, na confluência da Avenida João César de Oliveira e via Expressa, e termina na Avenida General David Sarnoff, na Cidade Industrial. 
 
A primeira fase, iniciada no final do ano passado, tem início na LMG-808, em Nova Contagem, segue até a rua do Registro, passando pelo centro histórico (ruas Bernardo Monteiro, Doutor Cassiano e João Camargos). Na altura do Bairro Beatriz, segue pela João César de Oliveira até a Avenida David Sarnoff, no Bairro Cidade Industrial. Posteriormente, as avenidas Dilson de Oliveira e Carmelita Drummond Diniz (Maracanã) serão incorporadas ao Norte-Sul para desviar parte do fluxo de veículos do centro histórico.
 
Nesse segundo momento, a Avenida João César de Oliveira passará por obras de pavimentação e terá novo calçamento com piso tátil, adequação do canteiro central, revitalização da sinalização e construção de seis das oito estações de transferência deste trecho do SIM. A previsão é que a de que as intervenções sejam concluídas no primeiro semestre de 2021.

As estações de transferência permitem a integração na troca de ônibus com tarifa única. Os passageiros vão descer de um coletivo e embarcar em outro sem pagar nova passagem, conforme acontece hoje no sistema Move de Belo Horizonte e Metropolitano.
 
“As faixas das esquerda dos dois sentidos da Avenida João César de Oliveira, junto ao canteiro central, serão de passagem exclusiva dos ônibus do SIM. Onde houver estações de transferência, que terão cerca de 200 metros de comprimento, existirá uma faixa extra de acesso, feita de concreto, um pavimento rígido para evitar deformações causadas pelas frenagens dos ônibus. Além desta, haverá três faixas, uma de ultrapassagem e duas de circulação livre dos demais veículos. Onde não houver estações, o Corredor volta a ter três faixas em cada sentido”, detalha Renato Mafra.
 
Formado por dois trechos, o Corredor Norte-Sul é o principal do SIM. Os demais (corredores Ressaca e Leste-Oeste) serão interligados a ele, conectando as regiões Norte e Centro-Sul da cidade. Além das estações de transferência, serão construídos dois terminais de integração, incluindo obras de requalificação das vias, reforma de meios-fios, sarjetas e passeios com acessibilidade para pessoas com deficiência visual. O investimento, de acordo com a Prefeitura de Contagem, é de R$ 57,5 milhões, com financiamento da Corporação Andina de Fomento (CAF) e execução da Transcon.
 
Confira onde ficarão as estações de transferência na avenida João César de Oliveira:
  •  Estação Dilson de Oliveira: em frente à Magneti Marelli
  •  Estação Cinco: em frente à Maxion
  •  Estação Hospital Municipal: próximo ao Hospital Municipal de Contagem (HMC)
  •  Estação Paulo Pinheiro Chagas: próximo à praça Paulo Pinheiro Chagas
  •  Estação Portugal: em frente ao Habib’s
  •  Estação Olímpio Garcia: próximo à rua Monsenhor Bicalho
  •  Estação Castelo Branco: paralela à rua Oliveira


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade