Publicidade

Estado de Minas FLEXIBILIZAÇÃO

Governo lança 'Minas Consciente', mas pede para população não sair às ruas

Em coletiva nesta terça (28), o governador Romeu Zema lançou programa com diretrizes para retomada da atividade econômica. Secretário de Saúde pediu para população ficar em casa


postado em 28/04/2020 12:47 / atualizado em 28/04/2020 18:47

(foto: Gil Leonardi/EM/DA PRESS)
(foto: Gil Leonardi/EM/DA PRESS)

 

O governador Romeu Zema (Novo) lançou, nesta terça (28), o programa 'Minas Consciente - retomando a economia do jeito certo' com diretrizes para que os municípios mineiros retomem as atividades econômicas em meio à pandemia do novo coronavírus. O programa foi apresentado em entrevista coletiva com a presença do secretário de Estado de Saúde, Carlos Eduardo Amaral na Cidade Administrativa. "Quem não estiver disposto a cumprir, melhor que fique no isolamento", disse.

 

O programa apresenta protocolos sanitários para que as prefeituras do estado possam fazer a reabertura em meio à pandemia do novo coronavírus. O governador destacou que a decisão final é de cada prefeito a partir da análise da situação local. Apesar da apresentação do programa, o secretário de saúde afirmou que as pessoas devem ficar em casa. "Não está no momento de todo mundo ir às ruas, fazer compras. Não é fácil ficar em casa e ter circulação restrita", afirmou.

 

O secretário chamou atenção para o aumento de pessoas que voltaram a circular nos municípios sem que  fossem tomadas as medidas sanitárias adequadas. “Vimos ultimamente um aumento no fluxo de veículos, por exemplo. Nós reforçamos a importância das medidas de distanciamento social, para que não haja perda do que foi conseguido até agora, para que não se perca o controle sobre a doença. Devemos permanecer com os cuidados, para que não sigamos um trajeto que não queremos”, pontuou.

 

Os municípios mineiros, conforme destacou Zema, apresentam números diferentes em relação à COVID-19, que há municípios em que não foram confirmados casos e óbitos. "Vamos disponibilizar diversos protocolos sanitários. Todos serão detalhados de forma que possam assegurar o funcionamento responsável dos estabelecimentos. Haverá o protocolo básico, que é comum a todos, e os específicos, que guiarão de maneira segura os empresários e os consumidores. Nosso compromisso é com a vida dos mineiros”, destacou o governador.

 

Outros municípios 

De acordo com o boletim epidemiológico divulgado nesta terça (28) 148 municípios mineiros têm casos confirmados de COVID-19 e foram registradas mortes em 43 deles. O número de subnotificação no Estado é alto, são 79.313 casos sem diagnóstico. No entanto, de acordo com o secretário de saúde é possível ter parâmetros seguros a partir da amostragem do número de casos confirmados no estado, dos 10 mil testes feitos a doença foi confirmada em 3,5% dos casos.

 

Protocolos para reabertura

 

Outro parâmetro segundo ele é o número de mortes por COVID-19. São 71 óbitos em Minas  e 88 estão em investigação. De acordo com o secretário, mesmo somando os óbitos confirmados e os em investigação, Minas teria números considerados baixos. Ele afirmou que não há subnotificação nos casos de mortes, lembrando que todos os óbitos por COVID-19 tem notificação compulsória e que também é obrigatório fazer o registro da causa morte nos cartórios. Outro dado apresentado foi o número de ocupação dos leitos criados para tratamento da COVID-19 que, segundo o secretário, é baixo.

 

Os protocolos sanitários estão publicados no endereço www.mg.gov.br/minasconsciente. No site, há orientações para prefeitos, empresários e cidadãos. A proposta fala em retomada gradual, progressiva e regionalizada da economia.  O programa Minas Consciente setoriza as atividades econômicas em quatro “ondas”. Onda verde para serviços essenciais; onda branca para baixo risco; onda amarela para médio risco e onda vermelha para alto risco.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade