Publicidade

Estado de Minas

Homem é preso por matar ex-namorada com marretada na cabeça e corte na garganta

Suspeito confessou o crime; segundo relatos, relacionamento do casal era conturbado


postado em 19/02/2020 19:49 / atualizado em 19/02/2020 20:55

corpo da mulher foi encontrado em córrego às margens da Rodovia BR-040, no distrito de Andiroba, em Esmeraldas(foto: PCMG/Digulgação)
corpo da mulher foi encontrado em córrego às margens da Rodovia BR-040, no distrito de Andiroba, em Esmeraldas (foto: PCMG/Digulgação)
Na última segunda-feira (17), um mecânico de 32 se apresentou à Polícia Civil para confessar que matou a ex-namorada. Segundo a corporação, o homem atingiu a vítima com um golpe de marreta na cabeça e um corte na garganta. O crime aconteceu na última sexta-feira (14) no Bairro Glória, Região Noroeste da capital.

Segundo a Polícia Civil, a vítima estava na casa do ex companheiro, pois tinha o costume de frequentar a moradia, apesar de não estarem mais juntos. O homem começou uma discussão sobre um suposto relacionamento dela com outra pessoa. Segundo relatos de familiares, o relacionamento entre o casal era conturbado.

Em um momento de distração da vítima, o suspeito a atingiu com um golpe de marreta na cabeça. Ao perceber que a mulher estava sangrando e com dificuldades de respirar, o homem buscou uma faca e cortou a garganta da ex-companheira.

Ainda segundo investigação, ele transportou o corpo até um córrego às margens da Rodovia BR-040, no distrito de Andiroba, em Esmeraldas, Região Metropolitana de BH. Na manhã seguinte, o corpo da mulher foi localizado. A dinâmica de ocultação do cadáver ainda será investigada.

A polícia acredita que, após cometer o crime, o homem tenha se escondido em um hotel no Bairro Pindorama, na Região Noroeste da capital. 

O crime foi definido pelo delegado Emerson Morais como “covarde e brutal”. O suspeito admite a autoria e foi encaminhado à prisão.
 
O homem não tinha conhecimento de que a equipe responsável pelas investigações já providenciava, junto ao Poder Judiciário, a expedição do mandado de prisão contra ele.  
 
* Estagiária sob supervisão da editora Liliane Corrêa 


Publicidade