Publicidade

Estado de Minas

Corpo de grávida morta pelo namorado em SP é encontrado no Sul de Minas

Marcela Aranda, de 21 anos, foi morta em Guarulhos, onde morava. Namorado confessou o crime e mostrou onde jogou o corpo da vítima, que estava grávida de 4 meses


postado em 18/02/2020 15:44 / atualizado em 18/02/2020 16:05

Marcela desapareceu há 10 dias após brigar com o namorado(foto: Reprodução/Facebook)
Marcela desapareceu há 10 dias após brigar com o namorado (foto: Reprodução/Facebook)
O corpo de Marcela Aranda, de 21 anos, foi retirado no início da noite dessa segunda-feira (17) das margens do Rio Sapucaí, zona rural de São Sebastião da Bela Vista, cidade vizinha a Pouso Alegre, no Sul de Minas.

Grávida de 4 meses, Marcela morava em Guarulhos, na Grande São Paulo, e estava desaparecida desde 8 de fevereiro. O único suspeito do crime é o namorado dela, de 26. Segundo parentes e vizinhos do casal, os dois tinham brigado naquele dia.

O homem se apresentou na delegacia na companhia de um advogado, nessa segunda, e informou o local onde jogou o corpo da companheira.

Levada pelo próprio namorado de Marcela, polícia encontrou o corpo da jovem em uma área de várzea às margens do Rio Sapucaí (foto: Magson Gomes/Es. para o EM)
Levada pelo próprio namorado de Marcela, polícia encontrou o corpo da jovem em uma área de várzea às margens do Rio Sapucaí (foto: Magson Gomes/Es. para o EM)
O local, uma área de várzea, fica a três quilômetros da rodovia Fernão Dias, já no limite entre os municípios de Pouso Alegre e São Sebastião da Bela Vista, a cerca de 180 quilômetros de Guarulhos.

Uma equipe investigadores da delegacia de Guarulhos estiveram no local onde o corpo da vendedora foi localizado. O namorado de Marcela e o advogado dele também estavam na viatura.

O delegado responsável pelo caso não quis gravar entrevista. Mas confirmou à reportagem que o homem era o único suspeito do crime e que a prisão preventiva dele seria pedida assim que retornassem a Guarulhos.

O delegado também confirmou que Marcela estava grávida de 4 meses, mesmo tempo em que o casal estava junto.

Como já estava em estado avançado de decomposição, o corpo da vítima foi retirado das margens do rio por uma equipe dos bombeiros e levado para uma funerária para ser encaminhado ao Instituto Médico-Legal (IML) de Pouso Alegre.

Familiares da jovem devem chegar a Pouso Alegre ainda nesta quarta-feira (18) para os trâmites legais de identificação e liberação do corpo.

(Magson Gomes, especial para o EM)


Publicidade