Publicidade

Estado de Minas

Funcionário terceirizado da Cemig é morto a tiros na porta de casa, em Contagem

Mãe da vítima contou à polícia que ele vinha sendo ameaçado por cortar energia de vizinhos durante seu trabalho. Segundo PM, vítima havia ameaçado a ex-companheira no último dia 13


postado em 20/11/2019 10:42 / atualizado em 20/11/2019 11:50

Crime ocorreu no Beco Getúlio Vargas, na Vila Renascer, em Contagem(foto: Google Street View/Reprodução)
Crime ocorreu no Beco Getúlio Vargas, na Vila Renascer, em Contagem (foto: Google Street View/Reprodução)


Um homem foi encontrado morto na noite dessa terça-feira na Vila Renascer, em Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. A mãe da vítima relatou à Polícia Militar (PM) que o filho vinha sofrendo ameaças por ser funcionário terceirizado da Cemig e realizar cortes de energia da vizinhança.

Ainda segundo o boletim de ocorrência, a mãe de Marco Antônio Cassemiro de Souza Abreu, de 28 anos, disse que no início da noite observou um carro preto passando na rua por repetidas vezes. Ela contou aos policiais que entrou em casa, e, por volta das 23h30 o filho saiu pra cuidar do cachorro. Neste momento, ainda segundo relato à polícia, a mulher ouviu vários disparos e, quando saiu, viu o filho caído no quintal.

De acordo com a PM, três hipóteses foram registradas na ocorrência que podem ser levadas em consideração durante as investigações. Além da versão da mãe, o pai da vítima afirmou aos militares que o filho era usuário de droga. Ainda segundo a polícia, Marco Antônio havia ameaçado a ex-companheira e há menos de uma semana ele havia registrado queixa contra ele.

Segundo a PM, a vítima apresentava 12 perfurações pelo corpo. A perícia esteve no local. A ocorrência foi encerrada na 7ª Delegacia de Homicídios, onde seguem as investigações para apurar autoria e motivação do crime.
 
* Estagiária sob supervisão do subeditor Frederico Teixeira.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade