Publicidade

Estado de Minas

Cabo da Polícia Militar é preso suspeito de disparar contra namorada na Pampulha

Na versão da mulher, o cabo fez ameaças e a agrediu. A arma do policial foi apreendida


postado em 29/09/2019 18:35 / atualizado em 29/09/2019 19:12

De acordo com a PM, ocorrência foi atendida na Rua Expedicionário Paulo de Souza (foto: Google Street View/ Reprodução)
De acordo com a PM, ocorrência foi atendida na Rua Expedicionário Paulo de Souza (foto: Google Street View/ Reprodução)
Um cabo da Polícia Militar, de 36 anos, foi preso suspeito de agredir e ameaçar e a namorada na manhã deste domingo no Bairro Urca, na Região da Pampulha. Na versão da vítima, que tem 31 anos, o policial atirou em sua direção. A arma do crime foi apreendida.

De acordo com o Boletim de Ocorrência, um motociclista que passava pela Rua Expedicionário Paulo de Souza quando presenciou a discussão entre o casal e chamou a polícia. Os militares foram até o endereço citado e encontraram o cabo, sozinho, dentro do carro. Posteriormente, a mulher – que estava com muito medo e escondida – prestou seu depoimento.

Na versão dela, eles seguiam juntos de carro quando começaram a discutir. O motivo não foi levantando pelos militares. Entretanto, ela contou que o namorado a agrediu ainda dentro do veículo. Foi quando saiu para pedir ajuda, pois estava com muito medo.

Ele teria ido atrás dela novamente e agredido em via pública. Ela contou ainda que o cabo disparou contra ela, que não a acertou. Mais uma vez, ela conseguiu fugir e se escondeu. Foi acolhida por testemunhas. Ela tinha um corte na boca.

Já o cabo contou aos militares que a discussão começou por conta de ciúmes por parte da mulher. Ele negou tê-la agredido.

A ocorrência foi encerrada na Delegacia Especializada de Atendimento à mulher. A arma será periciada.


Publicidade