Publicidade

Estado de Minas

Homem é morto ao tentar agredir esposa em Contagem

Mulher teria tomado faca do homem e desferido nele vários golpes na região do tórax


postado em 21/06/2019 15:45 / atualizado em 21/06/2019 15:54

Agressões ocorreram na Rua Coronel Francisco Antônio Pereira, no Bairro Ressaca(foto: Reprodução/ Google Street View)
Agressões ocorreram na Rua Coronel Francisco Antônio Pereira, no Bairro Ressaca (foto: Reprodução/ Google Street View)

Um homem de 34 anos morreu, na madrugada desta sexta-feira, ao tentar agredir a própria mulher, de 33, no Bairro Ressaca, em Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. De acordo com a irmã da mulher, de 37, o homem deixou a faca cair no chão e acabou sofrendo várias perfurações. A mulher do morto está foragida

Conforme registrado no boletim de ocorrência da Polícia Militar (PM), a irmã da mulher contou aos agentes que ouviu gritos de socorro na casa do casal e foi até lá ver o que estava acontecendo. Apesar de terem residências diferentes, os três estavam morando no mesmo lote.

Chegando lá, ela diz ter resgatado a irmã e a levado para sua casa. O homem, então, teria ficado muito nervoso e ido até a casa da cunhada para trazer a esposa de volta. 

Para isso, ainda segundo a mulher de 37 anos, ele quebrou o basculante, arrombou a porta da residência e conseguiu arrastar a esposa. Já dentro da casa do casal novamente, o homem teria quebrado vários objetos, além de pegar uma faca e ameaçar a esposa. Ele estaria embriagado durante toda a ação.

Ao tentar agredi-la com o objeto cortante, o homem teria sido impedido pela cunhada e os três acabaram caindo no chão. Aproveitando o descuido do agressor, a mulher de 33 anos tomou a faca e desferiu vários golpes na região do tórax e abdômen do homem. 

Após os golpes, ela teria ficado muito assustada e fugido. Até as 15h desta sexta-feira, a esposa do homem não tinha sido encontrada para prestar depoimento.

Apesar de a mulher do agressor ser classificada como autora no boletim de ocorrência, no texto não há relatos da cunhada de que seria realmente ela quem teria desferido os golpes.

Ainda de acordo com a cunhada do homem, sua irmã sofria agressões do marido frequentemente. No entanto, ele sempre alegava que caso o denunciassem, ele mataria todas as pessoas que a mulher gostava. 

A ocorrência foi encerrada na 7ª Delegacia Especializada de Homicídios de Contagem.  

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade