Publicidade

Estado de Minas

Bombeiros resgatam corpo de homem que morreu em queda de parapente

Vítima foi identificada como Josely Dutra Magalhães, morador da cidade de Guarapari (ES). Operação dos bombeiros durou mais de um dia


postado em 11/06/2019 18:25

Helicóptero da Polícia Militar sobrevoou a área do acidente na tarde de segunda(foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação)
Helicóptero da Polícia Militar sobrevoou a área do acidente na tarde de segunda (foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação)

 

O Corpo de Bombeiros resgatou, no fim da tarde desta terça-feira (11), o corpo de Josely Dutra Magalhães, que morreu ao cair de parapente no Pico da Ibituruna, em Governador Valadares, no Vale do Rio Doce.


De acordo com os bombeiros, o acidente ocorreu por volta das 16h30 dessa segunda-feira (10). Uma equipe de seis militares pernoitou no Pico da Ibituruna e, na manhã desta terça-feira, aguardava a melhora da visibilidade no local para dar prosseguimento à operação.


O pico fica a uma altura de 1,5 mil metros e o corpo foi localizado em um paredão de difícil acesso. Ainda ontem, um helicóptero da Polícia Militar fez um sobrevoo para identificar a área, mas devido às condições do tempo não foi possível fazer a descida.


Os bombeiros, então, permaneceram no local durante toda a noite e a madrugada. Segundo a corporação, o sol nasceu encoberto e, por volta das 10h, a neblina começou a se dissipar na região. No entanto, as nuvens ainda estavam baixas no pico.


Josely Dutra Magalhães era praticante de voo livre e surfe(foto: Reprodução/Facebook)
Josely Dutra Magalhães era praticante de voo livre e surfe (foto: Reprodução/Facebook)
A esposa da vítima acompanhou o resgate. Nascido em Guarapari, segundo suas redes sociais, Josely era praticante de esportes radicais. Além do parapente, no qual era aluno da modalidade de voo livre, curtia surfe. Várias fotos mostram o homem acompanhado de uma prancha em praias brasileiras.

 

Com informações de Cristiane Silva e de TV Alterosa

 

 


Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade