Publicidade

Estado de Minas

Motorista que provocou acidente em Contagem é autuado por ter bebido antes de dirigir

Ele conduzia um carro que atingiu um Fiat Uno onde estava uma família. O veículo atingiu uma árvore e ainda acertou um outro automóvel que seguia no outro lado da via. Quatro pessoas ficaram feridas, entre elas, uma criança de 2 anos


postado em 24/06/2018 10:07 / atualizado em 24/06/2018 17:35

Quatro pessoas da mesma família ficaram feridas no acidnte(foto: Túlio Santos/EM/D.A.Press)
Quatro pessoas da mesma família ficaram feridas no acidnte (foto: Túlio Santos/EM/D.A.Press)

O motorista Ronaldo Heleno da Fonseca, de 50 anos, que provocou um grave acidente nesse sábado na Avenida Cardeal Eugênio Pacelli, em Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, foi  autuado por embriaguez ao volante. Ele conduzia um carro que atingiu um Fiat Uno onde estava uma família. O veículo atingiu uma árvore e ainda acertou um outro automóvel que seguia no outro lado da via. Quatro pessoas ficaram feridas, entre elas, uma criança de 2 anos. No boletim de ocorrência da Polícia Militar (PM), o condutor assume que consumiu bebidas alcoólicas antes de pegar a direção.

Ver galeria . 5 Fotos Acidente interditou parcialmente o trânsito na rodovia e provocou longos congestionamentosTúlio Santos/EM/D.A.Press
Acidente interditou parcialmente o trânsito na rodovia e provocou longos congestionamentos (foto: Túlio Santos/EM/D.A.Press )


De acordo com a Polícia Civil, Ronaldo vai participar de uma audiência de custódia no início da tarde deste domingo, para saber se será encaminhado para uma unidade prisional ou se a fiança será estipulada. No boletim de ocorrência da PM, consta que o motorista estava com a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) vencida. 

Ele teve a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) recolhida, e recebeu uma multa de R$ 2.934,70. Neste caso, a infração é considerada gravíssima. O condutor perde de sete pontos no prontuário do motorista. Ele responderá ainda a processo criminal, com pena de detenção de seis meses a três anos, multa e suspensão ou proibição de obter permissão ou habilitação.

O acidente aconteceu no fim da tarde desse sábado na Avenida Cardeal Eugênio Pacelli. O motorista estava em um Tempra que atingiu o carro de uma família. O Uno foi jogado contra um coqueiro no canteiro central da pista e depois foi para o outro lado da avenida, onde atingiu mais um carro.

O empresário Ademar José Gonçalves Fabel, de 56 anos, seguia para um sítio, quando teve o seu veículo envolvido no acidente. Ele seguia no sentido Belo Horizonte / São Paulo. “Em frente a Vilma tem um radar. Os veículos diminuíram a velocidade e o rapaz que estava no Tempra, que está bêbado, bateu na traseira do Uno. O veículo foi arremessado contra uma palmeira e, em seguida rodou. Depois, atingiu o meu veículo que estava no outro sentido”, explicou.

Segundo o Corpo de Bombeiros, quatro pessoas ficaram feridas. Entre elas estão três adultos e uma criança. Três das vítimas foram socorridas conscientes e confusas por viauras da corporação e do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). A criança foi levada em em estado grave pelo helicóptero Pégasus da PM para o Hospital João XXIII.

De acordo com a PM, o motorista apontado como causador do acidente se negou a fazer o teste do etilômetro. Consta no boletim de ocorrência que ele apresentava sinais de ter ingerido bebidas alcoólicas, como hálito etílico, andar cambaleante, sonolência e  confusão mental. Segundo a PM, o homem admitiu que ingeriu diferentes tipos de bebidas alcoólicas. Ele foi encaminhado para o Departamento de Trânsito de Minas Gerais (Detran).

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade