Publicidade

Estado de Minas

Defesa Civil atende 143 ocorrências por causa de temporal; chuva segue em BH

Instituto PucMinas/tempo prevê um fim de fevereiro e início de março com "volume de chuva acentuado" na capital mineira e no interior de MG


postado em 26/02/2018 13:47 / atualizado em 26/02/2018 14:32

Ver galeria . 18 Fotos Estação São GabrielReprodução Whatsapp
Estação São Gabriel (foto: Reprodução Whatsapp )
A Defesa Civil de Belo Horizonte atendeu, até a manhã desta segunda-feira, 143 ocorrências de alagamentos, queda de árvores, entre outras, relacionadas ao temporal que caiu em Belo Horizonte no último sábado. 

E, se depender da previsão meteorológica, o órgão seguirá trabalhando no decorrer da semana. “A atuação de áreas de instabilidade atmosféricas vindas da Região Central do Brasil contribuem para a ocorrência de um volume acentuado de chuva entre o final de fevereiro e o início de março em grande parte de Minas, inclusive na Região Metropolitana de Belo Horizonte,” explicou o meteorologista Heriberto dos Anjos, PUCMinas/TempoClima. 

Nesta segunda-feira, a temperatura máxima deverá ser de 30 graus em BH à tarde. Há chance de chuva forte à tarde e à noite na Grande BH e a umidade relativa do ar fica em torno de 50%. 

Também há possibilidade de chuva forte para as regiões Noroeste, Central, Sul, Oeste e do Triângulo Mineiro nesta segunda-feira. 

Temporal e estragos 

Com o balanço de uma morte, o temporal do último sábado também resultou em trabalho redobrado para os técnicos da Defesa Civil. Entre as 143 ocorrências atendidas, 38 foram de alagamento e 65 por enchentes e inundações. 

Os outros registros se dividem entre  desmoronamento parcial de moradias e muros, erosão e deterioração de asfalto, deslizamentos, queda de árvores e pela presença de animais em via pública.

O único acidente com morte durante o temporal da tarde de sábado ocorreu no Bairro Coqueiros, Noroeste de BH, onde Hélio Oliveira Lopes, de 73 anos,  morreu e duas pessoas ficaram feridas ao serem atingidas pelo desabamento de um muro. 

Duas moradias vizinhas ao local foram interditadas, pelo risco de serem afetadas estruturalmente caso ocorresse outro desmoronamento.

Volume de chuva em fevereiro 

Na semana passada, a chuva em belo Horizonte já havia ultrapassado a média histórica para o mês de fevereiro, de 188,4 milímetros. 

Com o temporal do último sábado, os índices voltaram a subir e, conforme previsão do PucMinas/TempoClima, devem permanecer em elevação até o fim do mês na próxima quarta-feira. 

Confira o balanço da Defesa Civil com o volume de chuva registrado por região de Belo Horizonte em fevereiro: 

  • Barreiro - 387,2 (206%)
  • Centro Sul - 270,5 (144%)
  • Leste - 342,0 (182%)
  • Nordeste - 340,6 (181%)
  • Noroeste - 296,4 (157%)
  • Norte - 200,4 (106%)
  • Oeste - 344,4 (183%)
  • Pampulha - 304,2 (161%)
  • Venda Nova - 329,8 (175%)

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade