Publicidade

Estado de Minas

Polícia Civil prende trio suspeito de homicídio em Contagem

Bandidos teriam matado homem a tiros em Contagem em novembro do ano passado porque vítima teria recusado abrigar um deles


postado em 21/02/2018 19:44

(foto: Divulgação/Polícia Civil)
(foto: Divulgação/Polícia Civil)
Três suspeitos de ter cometido um homicídio foram presos nesta quarta-feira pela Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG). Eles teriam matado um homem a tiros em Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Os criminosos, identificado pela corporação como Jonathan Modesto, de 20 anos, Talisson Lacerda, de 22, e Evandro Reis, de 30, mataram Dimmy Miranda, de 29, após a vítima se negar a abrigar Evandro a fugir da polícia, uma noite anterior ao crime. A companheira de Dimmy foi obrigada a ver seu marido ser morto pelo trio.

No dia 18 de novembro do ano passado, Evandro entrou na casa da vítima com o intuito de despistar a polícia. Mas foi expulso pelo morador, que se recusou a fornecer abrigo ao foragido. No dia seguinte, o suspeito voltou à casa da vítima com mais dois comparsas e rendeu o homem, dando coronhadas na cabeça e disparando cinco vezes em várias regiões do corpo, enquanto a mulher assistia o crime. O trio a ameaçava durante o assassinato para que ela não reagisse.

A Polícia Civil levantou informação de que os três suspeitos também tinham envolvimento com crimes de tráfico de drogas e roubo. Evandro era gerente de dois pontos de venda de drogas em Contagem e coordenava um esquema de roubo e adulteração de placas de veículos, que eram negociados em troca de armas e drogas, segundo a corporação. Ele ainda é apontado por roubar uma mansão no Bairro Belvedere, Região Centro-Sul de Belo Horizonte, em julho de 2017. Na época, a ação foi flagrada por câmeras de segurança.

De acordo com a delegada responsável pelo caso, Fernanda Fiuza, os mandados de prisão de Talisson e Jonathan foram cumpridos dentro do presídio, por terem cometido outros delitos. Já Evandro foi detido no último dia 9. "Evandro encontrava-se foragido do presídio desde abril do ano passado, durante uma saída temporária”, explicou a delegada.

*Sob supervisão da subeditora Regina Werneck

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade