Publicidade

Estado de Minas

Homem mata esposa com golpes de facadas e é espancado em Contagem

Um adolescente de 13 anos que tentou apartar a confusão também foi ferido e foi atendido na UPA Ressaca


postado em 31/01/2018 13:19 / atualizado em 31/01/2018 13:33

Uma mulher foi esfaqueada até a morte pelo marido que acabou espancado por populares na noite desse domingo no Bairro Novo Progresso, em Contagem na Grande BH. O agressor ainda tentou matar uma vizinha do casal quando ela tentava socorrer a vítima e deu uma facada na mão de um adolescente que tentou ajudar a vizinha. Populares espancaram o homem que foi detido. 

De acordo com a Polícia Militar (PM), Gilmar de Oliveira, de 45 anos, foi encontrado com diversos ferimentos na Rua Padre Feijó e foi socorrido por uma viatura ao Hospital Municipal. Populares contaram aos militares que Gilmar foi espancado porque havia esfaqueado a esposa. 

Ruthleia Antero dos Santos, de 53 anos, foi morta com golpes de faca pelo marido na casa em que moravam na Rua Areia. Uma vizinha que morava no mesmo lote do casal, contou aos militares que as brigas entre os dois eram recorrentes. 

Durante a quarta-feira, inclusive, a mulher disse que foram três brigas, sendo a última terminando com a morte da mulher. Após o crime, a vizinha denunciou que Gilmar tentou matá-la, quando ela tentou socorrer Ruthleia.

Conforme a PM, a mulher correu e pediu socorro. Um adolescente de 13 anos tentou ajudá-la e foi ferido com uma facada na mão por Gilmar. O jovem foi encaminhado para a Unidade de Pronto Atendimento (Upa) Ressaca e a vizinha conseguiu fugir do agressor. 

Testemunhas contaram aos policiais que Gilmar deixou uma clínica de reabilitação para pessoas com problemas de alcoolismo há três meses e que já havia agredido a esposa outras vezes. 

O agressor permaneceu internado no Hospital Municipal sob escolta policial e a ocorrência foi encerrada na 7ª Delegacia de Plantão da Polícia Civil de Contagem. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade