Publicidade

Estado de Minas

Corpo de ciclista atropelado durante treino será enterrado nesta terça-feira em BH

O velório está marcado para 7h, na Oitava Igreja Presbiteriana de Belo Horizonte, no Bairro Palmares, na Região Nordeste. O sepultamento será 13h no cemitério da Saudade


postado em 08/01/2018 15:36 / atualizado em 08/01/2018 16:00

Ciclista Hugo dos Reis Cavanelas, de 38 anos, estava internado no Hospital João XXIII(foto: Reprodução internet/Facebook))
Ciclista Hugo dos Reis Cavanelas, de 38 anos, estava internado no Hospital João XXIII (foto: Reprodução internet/Facebook))

O corpo do ciclista Hugo dos Reis Cavanelas, de 38 anos, será enterrado nesta terça-feira no Cemitério da Saudade, no bairro de mesmo nome, localizado na Região Leste de Belo Horizonte. Ele estava internado no Hospital João XXIII desde 3 de janeiro, quando foi atropelado por um carro durante um treino na zona rural de Sabará, na Grande BH. O velório está marcado para 7h, na Oitava Igreja Presbiteriana de Belo Horizonte, no Bairro Palmares, na Região Nordeste. O sepultamento será 13h. Familiares e amigos prometem fazer uma homenagem a ele, seguindo do templo religioso até o cemitério em um cortejo de bicicleta.

O acidente ocorreu na manhã de 3 de janeiro no km 286 da rodovia MGC-262. Depois de pedalar até Caeté, Hugo retornava pela via em direção a Belo Horizonte. Em uma curva para a direita, bateu de frente com um veículo Ford Fiesta. O condutor do carro, Rodolfo de Oliveira Souza, de 31 anos, afirmou que seguia em sua mão de direção, no sentido Caeté, quando surgiu o ciclista. Testemunhas, porém, disseram que o Fiesta teria entrado na pista contrária e atropelou o ciclista.

Equipes do Corpo de Bombeiros e do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) prestaram os primeiros socorros. Hugo Cavanelas teve fraturas múltiplas e traumatismo cranioencefálico. Levado para o HPS de BH, ele foi submetido a cirurgia e levado à Unidade de Tratamento Intensivo (UTI). O carro foi apreendido e levado para o patio de Sabará, já que a documentação está irregular, tendo sido apresentado apenas o registro de 2016.

Na ocasião, o em.com.br apurou que o motorista foi conduzido à 3ª Delegacia de Polícia Civil em Sabará, onde prestou depoimento e foi liberado. No entanto, nesta segunda-feira, por meio da assessoria de imprensa da corporação, o delegado Vinícius Peixoto disse que Rodolfo não foi conduzido para a delegacia. O motivo não foi esclarecido. O caso está sendo investigado como homicídio culposo – quando não há intenção de matar. Nos próximos dias, o motorista do Fiesta e testemunhas devem prestar depoimentos. Vinícius Peixoto também aguarda o laudo do local do crime.

O ciclista foi atropelado na zona rural de Sabará(foto: Reprodução internet/Facebook))
O ciclista foi atropelado na zona rural de Sabará (foto: Reprodução internet/Facebook))


Comoção


Pelo Facebook, amigos, familiares e grupos de ciclistas manifestaram pesar e revolta com a morte de Hugo dos Reis Cavanelas. “O nosso desejo é conseguir afastar a dor que hoje sentimos da sua lembrança, para que a memória que fique seja terna. E para que a imagem do seu rosto nos traga sempre um sorriso sem lágrimas”, publicou uma irmã do ciclista em seu perfil. “Hoje perdemos um atleta e sua família um filho. Hugo não resistiu aos ferimentos após acidente com um carro que o atingiu na contramão. Conhecíamos o Hugo e nesse momento somente podemos sentir e desejar nossos sentimentos aos familiares”, publicou a página de uma empresa voltada para a área.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade