Publicidade

Estado de Minas

Maternidade Odete Valadares ficará sem anestesista até às 19h deste sábado

Sindicato dos Médicos pediu interferência do Ministério Público


postado em 12/08/2017 14:48


Referência no atendimento a gestantes de alto risco na Região Metropolitana de Belo Horizonte, a maternidade Odete Valadares, no Bairro Prado, Região Oeste da capital, ficará sem anestesista até às 19h deste sábado, quando muda o turno do plantão. Dois profissionais deveriam ser escalados para a função, mas um pediu demissão. O outro está de licença médica.

Em nota, o Sindicato do Médicos de Minas Gerais (Sinmed) informou que pediu providências ao Ministério Público junto à Fundação Hospitalar do Estado de Minas Gerais (Fhemig).

O vice-presidente da Fundação, Alcy Moreira dos Santos Pereira, informou que as pacientes que necessitam de uma intervenção cirúrgica estão sendo transferidas para o Julia Kubitschek. Desde ontem, a maternidade enfrenta este problema.

"É uma situação de exceção. Por razão de uma licença médica, ficamos sem conseguir suprir o plantão de anestesia. Em razão disso, tomamos algumas providências. Primeiro foi garantir que a maternidade receba todas as gestantes e pacientes que a procurem. Eventualmente, os casos que precisem de intervenção mais rápida, exigindo bloco cirúrgico, são transferidos para o Júlia", reforçou doutor Alcy.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade