Publicidade

Estado de Minas

Corpo do jornalista Artur Almeida será velado nesta quinta-feira em BH

Sepultamento está marcado para 16h no Cemitério Parque da Colina, no Bairro Nova Cintra, na Região Oeste de Belo Horizonte


postado em 01/08/2017 17:24 / atualizado em 01/08/2017 22:20

O apresentador e editor-chefe do MGTV sofreu uma parada cardiorrespiratória em Portugal, onde passava férias (foto: Rede Globo/Reprodução)
O apresentador e editor-chefe do MGTV sofreu uma parada cardiorrespiratória em Portugal, onde passava férias (foto: Rede Globo/Reprodução)

O corpo do jornalista Artur Almeida será velado nesta quinta-feira, a partir de 11h30, no Cemitério Parque da Colina, no Bairro Nova Cintra, na Região Oeste de Belo Horizonte. O sepultamento está marcado para 16h, no mesmo local. A despedida será aberta ao público. O apresentador morreu em Lisboa, Portugal, em 24 de julho, depois de uma parada cardiorrespiratória.

Uma médica que estava nas proximidades do apartamento onde ele começou a passar mal prestou os primeiros socorros, mas o jornalista morreu a caminho do hospital. Artur era filho de um outro jornalista que fez história em Minas Gerais, Guy Almeida, que foi repórter do Binômio e exilado na época da ditadura. Ele, que era adolescente, morou com pai e irmãos no Chile e Peru. Retornou ao Brasil em 1976, com a chamada anistia branca. O jornalista começou a carreira no rádio, em 1983, e trabalhou na Rede Globo por 20 anos.

A morte do jornalista foi uma das notícias mais repercutidas nas redes por amigos, autoridades e colegas de profissão. A Polícia Militar de Minas Gerais, o Sindicato dos Jornalistas Profissionais de Minas Gerais, o prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil (PHS), e o governador do estado, Fernando Pimentel (PT), divulgaram notas de pesar pelo falecimento de Artur Almeida.

 

(RG) 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade