UAI
Publicidade

Estado de Minas

Acordo integra santuários de Fátima, em Portugal, Nossa Senhora da Piedade, em Minas, e Estrada Real

Termo de cooperação vai incrementar o turismo religioso entre o estado e o país europeu. Será criado um passaporte para ser carimbado em cada etapa percorrida


postado em 18/07/2016 17:19 / atualizado em 18/07/2016 17:40

Um termo de cooperação assinado pelo governo de Minas, o Centro Nacional de Cultura e a Câmara Municipal de Ourém, em Portugal, vai manter os dois países ainda mais interligados pela história e pela fé. O acordo vai incrementar o turismo religioso entre o estado e o país europeu. A proposta é integrar o Santuário de Nossa Senhora de Fátima (em Ourém) ao Santuário de Nossa Senhora da Piedade (Minas Gerais) e Estrada Real. O termo de cooperação foi assinado durante o III Encontro Ourém Minas Gerais, realizado entre os dias 29 de junho e 2 de julho, em Portugal.

Para fortalecer a iniciativa, a Embratur assinou acordo com Ourém para desenvolvimento de uma rota turística envolvendo Portugal, Minas Gerais e São Paulo. A proposta pretende integrar Fátima-Ourém e o Caminho Religioso da Estrada Real.
Será criado um passaporte para ser carimbado em cada uma das etapas, com destaque para Fátima, o santuário de Nossa Senhora da Piedade (MG) e de Nossa Senhora da Aparecida (SP). Ao todo, o projeto irá abranger um município português, 33 mineiros e seis do estado de São Paulo.

A iniciativa, segundo o secretário de Estado de Turismo de Minas Gerais, Ricardo Faria, é de extrema importância para o crescimento do setor em âmbito estadual. “Atualmente, o Santuário Nossa Senhora de Fátima, em Portugal, é considerado o maior destino de turismo religioso do mundo, atraindo cerca de 7 milhões de turistas por ano. Por meio do novo roteiro turístico, esses visitantes serão convidados a conhecer os demais pontos brasileiros que compõem a rota”, avalia.

O termo de cooperação determina ainda que os envolvidos se comprometam em divulgar os territórios e comunidades envolvidas, criando ações estratégicas de valorização cultural dos santuários. “O intercâmbio com Portugal serái fundamental para fortalecer o turismo religioso em Minas Gerais. Nosso próximo passo é iniciar as tratativas com a Igreja Católica dando sequência à criação do roteiro proposto”, diz Faria.

O turismo religioso é um dos mais fortes no mundo. Segundo o Instituto de Pesquisas da Universidade de São Paulo, cerca de 15 milhões de brasileiros se interessam por destinos religiosos. Pesquisa do Ministério do Turismo mostrou que, em 2014 (dado mais recente), 17,7 milhões de brasileiros viajaram pelo país movidos pela fé. Destes, 7,7 milhões permanecem pelo menos uma noite no local. No mundo, segundo entidades internacionais ligadas ao setor, cerca de 300 milhões de pessoas viajam todos os anos dentro do turismo religioso.

Dados do município de Aparecida mostram que a cidade, conhecida como o coração católico do Brasil, também recebe anualmente 7 milhões de peregrinos. Já o Santuário de Nossa Senhora da Piedade, em Caeté, recebe aproximadamente 10 mil pessoas por dia, em ocasiões festivas. (Com informações da Agência Minas Gerais).


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade