Publicidade

Estado de Minas

Soldado da PM morre em capotagem de viatura na Região Noroeste de Belo Horizonte

Segundo as primeiras informações, policiais perseguiam um carro suspeito quando aconteceu o acidente


postado em 20/01/2015 21:53 / atualizado em 20/01/2015 23:28

Segundo a PM, militares perseguiam um suspeito quando aconteceu o acidente(foto: PMMG/Divulgação)
Segundo a PM, militares perseguiam um suspeito quando aconteceu o acidente (foto: PMMG/Divulgação)

Um soldado do Batalhão de Rondas Táticas Metropolitanas (Rotam) morreu e três policiais militares ficaram feridos após a viatura em que estavam capotar no Bairro Jardim São José, perto da Avenida Tancredo Neves, na Região Noroeste de Belo Horizonte, na noite desta terça-feira. De acordo com a Polícia Militar, os militares perseguiam um suspeito quando o acidente aconteceu.

Segundo a PM, o soldado morto no acidente, de 34 anos, dirigia a viatura pela Avenida João XXIII, sentido Avenida Pedro II, tentando alcançar um carro de um suspeito. Ao desviar de terceiro veículo, a Mitsubishi Pajero da Polícia Militar subiu na calçada e capotou várias vezes. O soldado identificado como Ramon Seixas ficou preso nas ferragens e foi socorrido por médicos do Samu, mas morreu no local. Outros três policiais ficaram feridos e dois deles foram levados para o Hospital de Pronto Socorro João XXIII.

Várias viaturas seguiram para a região na tentativa de localizar o veículo que era perseguido pelos militares que se envolveram no acidente. Porém, os suspeitos não foram localizados.

Arma desaparece

Com o acidente, a arma de um dos militares sumiu e policiais que participaram da ocorrência suspeitaram que ela pudesse ter sido levada por criminosos. No entanto, a arma, arremessada durante a capotagem, foi localizada pouco tempo depois perto do veículo.

Viatura ficou bastante danificada após o acidente. Soldado de 34 anos morreu no acidente(foto: PMMG/Divulgação)
Viatura ficou bastante danificada após o acidente. Soldado de 34 anos morreu no acidente (foto: PMMG/Divulgação)

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade