Publicidade

Estado de Minas

Mãe de detento é feita refém em presídio de Montes Claros e ameaçada por contágio da Aids


postado em 12/02/2012 19:43 / atualizado em 12/02/2012 20:59

Uma mulher está sendo feita refém há mais de seis horas dentro de um presídio em Montes Claros. A mulher é mãe de outro detento e foi feita refém no momento em que visitava o filho no local.

De acordo com informações iniciais,  o agente policial foi levar comida para o homem na cela, quando ele tentou ferir o policial e conseguiu fugir pelo corredor, onde fez a mulher de refém. Em seguida ele se auto-mutilou e ameaça contagiar a vítima com o vírus da Aids.

Pedro Francisco Vieira é considerado perigoso pois já matou pelo menos 8 pessoas e foi preso após estuprar uma mulher em Almenara. Neste momento o Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate)  está tentando negociar com o homem, que exige a presença da imprensa no local, a presença do pai ou do irmão e a transferência dele para o Sul da Bahia, onde mora sua família.

Francisco contou aos policiais que está fazendo isso porque acredita que sua morte foi encomendada dentro do presídio por R$ 100 mil reais.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade