Publicidade

Estado de Minas

Quartel da Polícia Militar é arrombado no Norte de Minas

Dois adolescentes e cinco adultos simularam ocorrência para afastar policiais e roubar dois revólveres


postado em 09/12/2011 18:57 / atualizado em 09/12/2011 19:11

A polícia prendeu cinco homens e apreendeu dois adolescentes suspeitos de participação no roubo de armas de fogo de um quartel da Polícia Militar em Água Boa, no Vale do Rio Doce. O homem apontado como receptador dos dois revólveres calibres 38 ainda é procurado.

De acordo com o subcomandante da 23ª Companhia Independente da PM de Capelinha, que também atende o município,  segundo-tenente Aluísio Geraldo Santos, o crime ocorreu na madrugada do último dia 7. Os suspeitos simularam uma ocorrência para afastar os policiais do destacamento. “Um adolescente de 16 anos entrou na casa de uma mulher e começou a andar pelos fundos da residência. Assustada, ela chamou a polícia. Quando os militares deixaram o quartel, o irmão dele, de 17 anos, enfiou uma mão pela janela, conseguiu destrancar e entrou, levando as armas”, conta.

Ainda de acordo com o militar, o adolescente mais velho era escoltado por um homem armado com um revólver calibre 32 e os outros quatro suspeitos ficaram em pontos estratégicos da rua para vigiar o retorno dos policiais. Os militares descobriram o roubo e começaram um rastreamento, que levou à prisão dos envolvidos. Além do revólver 32, foi apreendida uma cartucheira calibre 28. “Um dos menores contou que as armas foram furtadas sob encomenda do cunhado deles, que mora no Conjunto Felicidade, em Belo Horizonte. As armas provavelmente seriam trocadas por outras ou por drogas”, explica o segundo-tenente Aluísio. A PM de Capelinha já teria alertado a polícia da capital mineira.

Todos os suspeitos já têm passagem pela polícia. Os maiores de idade foram levados para a cadeia pública da cidade. Conforme o militar, os adolescentes foram liberados por não haver um centro de internação na região. Um deles já cumpre medida socioeducativa e os dois são acompanhados pela Vara da Infância e da Juventude da cidade.


Publicidade