Publicidade

Estado de Minas

Estado afirma que licitação para compra do prédio do Ipsemg está dentro da lei


postado em 02/05/2011 14:51 / atualizado em 02/05/2011 16:15

Cerca de 200 manifestantes ocuparam a entrada e o saguão do prédio do Ipsemg, na Praça da Liberdade. Eles seguiram em caminhada até a Praça Sete. (foto: Maria Tereza Correia/EM/D.A Press)
Cerca de 200 manifestantes ocuparam a entrada e o saguão do prédio do Ipsemg, na Praça da Liberdade. Eles seguiram em caminhada até a Praça Sete. (foto: Maria Tereza Correia/EM/D.A Press)


O governo de Minas informou que a licitação para concessão do prédio que abrigava a sede do Instituto de Previdência dos Servidores do Estado de Minas Gerais (Ipsemg), na Praça da Liberdade, seguiu todos os procedimento legais. A questão foi levantada na manhã desta segunda-feira durante uma manifestação das Brigadas Populares, que ocuparam o prédio na Região Centro-Sul de Belo Horizonte.

Cerca de 300 pessoas protestaram contra a desapropriação de algumas áreas para as obras da Copa do Mundo de 2014. Eles também criticaram a venda do prédio do instituto a um preço irrisório. Segundo os manifestantes, o local vai abrigar um hotel de luxo para atender a demanda durante os jogos. Em nota, a assessoria de imprensa do Ipsemg disse ainda que já prestou ao Tribunal de Contas do Estado e ao Ministério Público Estadual todas as informações solicitadas.

Confira a reportagem da TV Alterosa



Publicidade