Publicidade

Estado de Minas

Cilindro de caminhão explode dentro de empresa em Betim


postado em 14/03/2011 11:15 / atualizado em 14/03/2011 14:31

Segundo a corporação, o solicitante informou que houve uma explosão em um veículo acoplado à estação de um empresa(foto: Edésio Ferreira/EM/D.A Press. Brasil)
Segundo a corporação, o solicitante informou que houve uma explosão em um veículo acoplado à estação de um empresa (foto: Edésio Ferreira/EM/D.A Press. Brasil)


O cilindro de um caminhão, carregado com gás natural comprimido (GNC), explodiu na manhã desta segunda-feira, enquanto abastecia a empresa Powercoat, no Bairro Bandeirinhas, em Betim, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. O caminhão da empresa White Martins já havia começado a liberar o combustível quando a mangueira que fazia a conexão estorou, causando a explosão.

De acordo com a Polícia Militar, que deu suporte ao atendimento do Corpo de Bombeiros, com o rompimento da mangueira o cilindro pegou fogo. Os militares ainda informaram que o material transportado era comprimido, portanto quando foi liberado rapidamente e causou barulhos de explosões. Como o caminhão estava fazendo abastecimento, a explosão ocorreu em um pátio dentro da area da empresa, mas nenhuma estrutura como galpões ou equipamentos foi danificada, segundo a PM.

Os 300 funcionários que trabalhavam na empresa na hora foram evacuados. Alguns deles comentaram que ouviram três explosões e, com o alarme de incêndio, saíram da empresa. Empresários de um lote vizinho ao do da empresa afirmaram que chapas de metal voaram, atingindo seu terreno, durante as explosões.

Para evitar que o fogo se alastrasse, os Bombeiros fizeram resfriamento do que restou do cilindro. Mesmo diminuindo o lançamento de fumaça, três caminhões do Corpo de Bombeiros e mais duas viaturas atenderam a ocorrência. Ainda de acordo com a Polícia Militar, ninguém saiu ferido da explosão.

O GNC é disponibilizado para empresas que necessitam de fornecimento de médio a grandes volumes de gás e não são atendidos por gasodutos. O gás natural é utilizado para produzir uma energia mais “limpa”. Ele não emite poluentes, não é tóxico e libera grande quantidade de energia em sua queima.

A empresa Powercoat não foi encontrada para se pronunciar. Já a White Martins informou, por meio de nota, que, assim que foram informados sobre acidente enviaram uma equipe de técnicos para o local, para determinar as causas do problema. Três carros da empresa foram identificados no local fazendo vistoria.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade