UAI
Publicidade

Estado de Minas

Caminhos da Arte prorroga inscrições para Brumadinho


09/01/2022 04:00


A terceira etapa do Programa Caminhos da Arte teve suas inscrições prorrogadas até 14 de janeiro. Criado pela Fundação Clóvis Salgado, o programa é iniciativa de promoção continuada de atividades reflexivas e de qualificação técnica cultural para os moradores da Brumadinho. E tem como foco estimular a retomada gradual das atividades criativas presenciais, com o propósito de ampliar possibilidades para que jovens e adultos tenham vivências e atividades formativas artísticas. A etapa conta com oito oficinais elaboradas pela Fundação Clóvis Salgado/Palácio das Artes, por meio do Centro de Formação Artística e Tecnológica – Cefart, e estará aberta apenas para moradores de Brumadinho e região. As inscrições podem ser feitas nos sites www.cdabrumadinho.com.br e www.fcs.mg.gov.br.

OPÇÕES 
Serão ofertadas 20 vagas para cada oficina: DJ, Grafite, Iluminação, Dança de Salão, Design de Moda, Sonorização, Contação de Histórias e Interpretação para TV e Cinema. Os resultados dos selecionados de cada curso serão enviados por e-mail/telefone aos alunos contemplados até 17 de janeiro. As oficinas serão ministradas presencialmente de 22 de janeiro a 4 junho, na Estação Cidadania, sempre aos sábados, e cada curso terá carga horária total de 36 horas, sendo 2 horas por semana.

ESTRUTURA 
A proposta é que os alunos explorem ao máximo as potencialidades da arte e da cultura como ferramentas de desenvolvimento humano e social, de maneira coletiva e cada vez mais próxima. Além disso, o formato presencial dialoga diretamente com o objetivo inicial do projeto: ocupar a Estação Cidadania, em Brumadinho – espaço de três mil metros quadrados que conta com praça de esportes e lazer, um Centro de Referência de Assistência Social (Cras), salas multiuso, biblioteca, sala de informática, cineteatro/auditório, quadra poliesportiva coberta, pista de skate, equipamentos de ginástica e playground.

Para Eliane Parreiras, presidente da Fundação Clóvis Salgado, “é muito gratificante iniciar a terceira etapa do programa, que visa ampliar as potencialidades individuais e coletivas dos participantes, gerando atividades econômicas e renda para jovens e adultos por meio de inovações possíveis no campo da arte”. Ela destaca que “tem sito muito importante para a FCS realizar o programa Caminhos da Arte, por possibilitar uma real geração de impacto social, econômico e humano por meio da arte e da cultura. E contar com a parceria da Caterpillar e do Instituto Social Sotreq (iSSO) é, para nós, motivo de grande orgulho, pois nos permite viabilizar, agora de maneira presencial, ações de formação cultural de relevância para as comunidades de Brumadinho”, comemora Eliane.

ESCUTA ATIVA 
A definição de cada oficina é resultado de longo diálogo entre os organizadores e lideranças comunitárias de Brumadinho, em rodadas de conversa ocorridas durante a segunda etapa do programa. Renata Pedroso, líder comunitária e moradora de Brumadinho há mais de 30 anos, revela que “o Caminhos da Arte nos deu a oportunidade de expressar os nossos sentimentos em relação à cidade e debater sobre as nossas necessidades atuais. Isso foi um diferencial muito importante”.

O programa Caminhos da Arte é realizado pela Secretaria Especial da Cultura/Ministério do Turismo, através da Lei Federal de Incentivo à Cultura, pelo governo de Minas (Secretaria de Estado de Cultura e Turismo e Fundação Clóvis Salgado), com o patrocínio da Caterpillar e iSSO como parceiro investidor, e correlização da Appa Arte e Cultura.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade