Publicidade

Estado de Minas Arte final

Investimento em publicidade deve crescer 8,8% no Brasil


25/07/2021 04:00

A pandemia da Covid-19 ainda é um desafio para o planeta. Países em desenvolvimento, naturalmente, sofrem mais. Especialmente no setor econômico, onde a crise vem devastando quase todos os segmentos do mercado. Mas a indústria da comunicação global projeta um cenário positivo em 2021. De acordo com relatório da consultoria Dentsu Ad Spend Report, o crescimento global deve ficar em 10,4%. No Brasil, uma projeção um pouco menor, de crescimento de 8,8%, mas animadora.

RETOMADA O estudo semestral combina dados de 59 mercados e prevê que serão investidos US$ 634 bilhões em todo o mundo, mesmo com a pandemia ainda afetando alguns mercados. O relatório avalia as transformações da cadeia produtiva, acelerada pela digitalização industrial. Em um movimento quase que óbvio, mercados mais desenvolvidos, como Estados Unidos, Canadá, Austrália e Reino Unido, devem ter taxas mais altas de crescimento do que as registradas antes da pandemia, o que representa uma retomada dos investimentos em comunicação. O mesmo deve acontecer na Índia, segundo o relatório. Para o Brasil, a expectativa é de que os investimentos em publicidade cresçam 8,8% em 2021, na comparação com o ano anterior.

DIGITAL LIDERA O Ad Spend Report também aponta que a queda nos negócios publicitários ocasionada pela pandemia da Covid-19 acabou sendo menos severa do que o previsto e gerou algumas tendências que prevalecerão na indústria. A principal delas foi o aumento do investimento no digital, que deverá alcançar o montante de US$ 311 bilhões em 2021, o que representa um crescimento de 15,6% em relação a 2020. O digital, inclusive, deve responder por 50% dos investimentos globais feitos em publicidade.
 
O relatório também aponta uma previsão de crescimento para publicidade em social (23%), vídeo (17%) e search (16,3%). Juntos, esses formatos digitais deverão responder por US$ 110 bilhões dos investimentos feitos em publicidade ao longo do ano.
 
Outro ponto destacado no relatório é a previsão de que a maior parte dos canais de mídia recupere os investimentos do período pré-pandêmico. Também cinema e a mídia OOH, bastante afetados, deverão recuperar o ritmo de negócios do período anterior à pandemia, de acordo com o relatório da Dentsu. Globalmente, o cinema deve crescer 35,1% e a mídia OOH, 14,6%.
 
Os investimentos em publicidade na TV deverão crescer 7,1% no ano, com aporte chegando a US$ 188,4 bilhões. A cobertura de grandes eventos, como os Jogos Olímpicos e a Eurocopa, que geram grande audiência, têm mais força para atrair publicidade. O estudo aponta uma tendência maior para o direcionamento das verbas às TVs conectadas e às plataformas over-the-top (OTT). Acesso o estudo completo em https://www.dentsu.com/br/pt/reports/ad_spend_report_june_2021_a10faeb.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade