Publicidade

Estado de Minas Arte final

Gratidão às mães é esperança no comércio


02/05/2021 04:00

Ação do Boticário para expressar gratidão às mães que atuam em diversas frentes(foto: Divulgação )
Ação do Boticário para expressar gratidão às mães que atuam em diversas frentes (foto: Divulgação )

 
O próximo domingo nunca deixará de ser especial. Mas com toda certeza será bem diferente do tradicional Domingo das Mães. Embora estejamos nos preparando para o segundo Dia das Mães sob o domínio do coronavírus, a experiência do ano passado não muda o cenário de ineditismo. A expectativa de recuperação econômica do início do ano não se confirmou. Pelo contrário. A crise se agravou com a explosão de casos de infecções pelo Covid-19 e deixou o consumidor ainda mais cauteloso. Com isso, cresce também a dúvida do mercado de como aproveitar a segunda melhor data do calendário publicitário. Como transmitir emoção, propor os fraternos abraços se a recomendação ainda é de distanciamento físico? 

RETOMADA O momento exige muito mais do que criatividade do mercado publicitário. É preciso estar com a sensibilidade aguçada e desenvolver campanhas que criem identificação das marcas com seus consumidores, muitos abalados pela perda de parentes ou amigos. Entretanto, mesmo com todos os questionamentos, a expectativa dos comerciantes de Belo Horizonte é de retomada. De acordo com levantamento da Câmara de Dirigentes Lojistas de Belo Horizonte (CDL-BH), que ouviu 304 comerciantes da cidade, estima-se injeção de R$ 1,97 bilhão em compras para a data. A queda é de 9,6% em comparação com 2019, antes da pandemia, é robusta, principalmente pela sequência negativa acumulada pelo fechamento do comércio não essencial. 
 
OPÇÕES A pesquisa do CDL/BH indica que 56% dos entrevistados acreditam que as roupas devem ser os itens mais escolhidos pelos consumidores na data, seguidas de calçados (13,8%) e perfumes (7,9%). Também aparecem na lista utensílios domésticos (6,6%), bolsas ou mochilas (6,3%), maquiagem (5,6%), produtos personalizados (5,6%), hidratantes (3,9%), artigos de decoração (3,6%) e acessórios (3,3%). 
 
Para o presidente da CDL-BH, Marcelo Souza e Silva, "o consumidor vem evoluindo e percebendo, ao longo dos anos, que presente para a mãe não significa presente para a casa". Por isso, ele ressalta que "esperança" é a palavra de ordem. "Estamos vindo de um período difícil, mas de muito aprendizado e o consumidor não vai deixar de presentear a mãe. Os lojistas estão seguindo os protocolos de segurança, melhorando a segurança dos clientes cada vez mais", acrescenta.

ACEITAÇÃO Em outra frente, pesquisa realizada Kantar Insights aponta que "aceitação" é o principal ensinamento que mães querem passar às filhas em 2021. O estudo mostra que entre os temas abordados estão a autoconfiança e a divisão de ensinamentos. Sob o título de "O que as Mulheres Querem", o estudo conclui que 20% das mulheres querem transmitir às suas filhas e outras mulheres com quem convivem a consciência de que elas são perfeitas e especiais como nasceram, que não devem se comparar tanto, nem ter vergonha do corpo. No mesmo levantamento feito em 2019, a aceitação era prioridade apenas para 9% das entrevistadas. Neste ano, o índice cresceu especialmente entre o público feminino da faixa entre 18 e 29 anos.

VALORIZAÇÃO Outro quesito próximo dessa ideia é o cuidado com a autoestima e autoconfiança. Para 15% das entrevistadas, espalhar a certeza de que cada mulher deve acreditar em sua própria capacidade e valor e deve confiar em si mesma é fundamental para uma vida mais "leve". No entanto, quando o mundo ultrapassa a marca de um ano vivendo sob a pandemia, é a autoestima que sofre, especialmente entre as mães. Nesse grupo, a quantidade de mulheres que se declarou com uma autoestima acima da média diminuiu significativamente, de 35% em 2019 para 21% em 2021. E para 18% é importante partilhar com as filhas e a comunidade ensinamentos que vão além do currículo escolar e histórico profissional.

RECONHECIMENTO Por isso, entre as propagandas dedicadas às mães, nota-se a prevalência da gratidão entre os temas das campanhas. Um bom exemplo é a campanha do Boticário. A marca reuniu milhares de fotos de mães que estão na linha de frente no combate ao Covid-19 e faz homenagem em diversos meios de comunicação. Com mais de duas mil fotos compartilhadas pelo público nas redes sociais com a tag #MãesQueCuidam, ação teve mobilização da sociedade, resultando em murais que simbolizam o amor e gratidão. Para ver mais sobre a campanha e acompanhar essas histórias acesse @oboticario no Instagram ou a #MãesQueCuidam.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade