Publicidade

Estado de Minas arte final

Dia das Crianças alegra o mercado


04/10/2020 04:00

Os comerciantes realizam campanhas para atrair os consumidores, como a exposição Animal paper, do DiamondMall(foto: Divulgação )
Os comerciantes realizam campanhas para atrair os consumidores, como a exposição Animal paper, do DiamondMall (foto: Divulgação )

 
O mercado respira mais aliviado. Pelo menos é o que se espera com a proximidade do Dia das Crianças. Apesar de ainda vivermos sob controle sanitário devido à pandemia do coronavírus, a expectativa é de que o faturamento na comemoração de uma das datas mais representativas do segundo semestre seja bem melhor do que foi no primeiro. E, apesar de a maioria das lojas físicas já estarem reabertas, os e-commerces devem liderar novamente o faturamento este ano. Em 2019, o setor chegou a faturar o montante de R$ 3 bilhões. A expectativa é reforçada pela pesquisa da Social Miner, empresa que une dados de consumo, tecnologia e humanização, em parceria com a Opinion Box. O estudo mostra que 62% dos entrevistados pretendem comemorar a data, e que 40% querem presentear. Os mimos serão destinados para sobrinhos (48%), filhos (42%) e até mesmo para os próprios compradores, o que abre a expectativa de venda também de produtos para adultos. Em Minas, outra pesquisa, Expectativas do Comércio Varejista – Dia das Crianças 2020, da Fecomércio MG, indica que o próximo dia 12 deverá ser 32% melhor que o do ano passado.
 
O valor médio por pessoa deve variar entre R$ 50 e R$ 200, e 32% dos entrevistados deverão comprar parcelado no cartão de crédito. Entre os consumidores das classes A e B, 57% pretendem ir às compras, enquanto entre as classes C, D e E o número cai para 37%. As pesquisas em buscas de ofertas, principalmente no sistema on-line, já começaram para 58% dos que vão presentear alguém.

PREFERÊNCIAS Entre as categorias que devem ser mais procuradas estão brinquedos (77%), jogos (35%), moda e acessórios (29%) e eletrônicos (25%). O comportamento do consumidor deverá ser "omnichannel". Ou seja, 42% dos consumidores vão preferir comprar on-line e receber em casa, e 22% pretendem ter uma experiência híbrida, transitando pela loja física e on-line antes de efetuar a compra.

CAMPANHAS Percentual significativo de entrevistados não pretende gastar, mas quer comemorar a data. Para 42%, o melhor será economizar. Mas um número significativo de entrevistados admite mudar de ideia: 62% disseram que se encontrarem preços baixos podem consumir; 32% podem até comprar se o frete compensar; e 30% se considerarem o prazo de frete interessante. Diante dessa possibilidade de mudança de opinião dos potenciais consumidores, entra em cena o poder de convencimento das publicidades aliadas à promoções das marcas. 

PUBLICIDADE EM MINAS A pesquisa Expectativas do Comércio Varejista – Dia das Crianças 2020, elaborada pela Fecomércio MG, aponta que o percentual dos empresários que vê com otimismo a retomada dos negócios é de 28,6%. Diante desse contexto, 45,2% dos empresários afirmaram que vão investir em propaganda; 26,5% em promoções e liquidações; e 9,6% em ações de visibilidade da loja, com o objetivo de atrair o consumidor e melhorar as vendas no Dia das Crianças. 
Nas lojas e nos shoppings, principalmente, as companhas começam a aparecer, embora ainda tímidas. Com a orientação de evitar aglomerações, as ações que realmente alegram a garotada estão proibidas. Mas há espaço para a criatividade como a exposição do DiamondMall Animal paper. Nela, animais em tamanho real, produzidos com papel, compõem exposição contemplativa que ocupa os três pisos do mall até 30 de outubro. 

SETORES Para 76,8% dos empresários, os consumidores deverão deixar a aquisição dos presentes para a semana que antecede o Dia das Crianças. Os segmentos que devem ter destaque durante o período são: o comércio de livros, jornais, revistas e papelaria (60%); supermercados, hipermercados, produtos alimentícios, bebidas e fumo (59%); tecidos, vestuários e calçados (57,8%); outros artigos de uso pessoal e doméstico (55,6%) e artigos farmacêuticos, médicos, ortopédicos, de perfumaria e cosméticos (52,3%). 
 
A pesquisa Expectativas do Comércio Varejista – Dia das Crianças 2020 avaliou 405 empresas cadastradas pela área de Estudos Econômicos da Fecomércio MG. Aplicada entre 14 e 24 de setembro, a análise tem margem de erro de 5 pontos percentuais, com intervalo de confiança de 95%.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade