Publicidade

Estado de Minas vida Integral

Felicidade x tristeza

"O que importa é ser verdadeiramente feliz, ser inteiro e pleno em todas as áreas da vida"


09/08/2020 04:00 - atualizado 08/08/2020 18:07

(foto: Divulgação)
(foto: Divulgação)

 
O dramaturgo, ator e escritor Yuri Ribeiro acaba de lançar o livro Vou deixar de ser feliz por medo de ficar triste?, pela editora Ubook, nas versões ebook e impressa.
 
A obra foi criada a partir da peça homônima que retrata as dores e prazeres do relacionamento entre uma mulher madura e um jovem 25 anos mais novo. Mais do que uma história de amor, o livro traz uma história de coragem, preconceito, desafios e superação, que poderá inspirar e motivar o leitor a seguir seus sonhos e não desistir por medo de julgamentos alheios. Segundo o autor, o livro pretende servir de modelo para que novos autores e estudantes de artes cênicas entendam como pode ser um processo de criação de espetáculo. Vou deixar de ser feliz por medo de ficar triste? traz a íntegra do texto da peça teatral, incluindo fotos, croquis de figurinos e planta do cenário.
 
A contracapa e orelha do livro trazem declarações de artistas e jornalistas conhecidos que assistiram à peça e se identificaram com o tema, que supera preconceitos. Vale ressaltar que Yuri atua no espetáculo ao lado da produtora e empresária Cláudia Wildberger. A peça, lançada em 2018, conta a história do casal Yuri e Cláudia – na ficção, Daniel e Andreia –, que tem uma diferença de idade significativa: ela é 25 anos mais velha do que o parceiro e, por isso, acabam sofrendo diferentes formas de preconceito, vindo de familiares ou da sociedade. A ideia de escrever a peça e, posteriormente, o livro surgiu justamente de um momento corriqueiro na vida de qualquer casal: um jantar romântico em um restaurante. Mas, naquela noite, o que era para ser uma experiência prazerosa começou a incomodar. Na hora de pagar a conta, o garçom insistiu veementemente que a mesma fosse paga por Cláudia.
 
Desse desconforto veio o estalo. "Por que não curar essa ferida falando sobre como o mundo olhava a relação? A peça é uma dramaturgia, então, colocamos uma tinta a mais para as pessoas torcerem por um personagem ou outro. Na vida real é diferente. Sinto-me abraçado por todos que estiveram ao nosso lado ajudando a contar essa história de amor, respeito e cumplicidade", afirma Yuri. E Claudia completa. "Mais do que o amor, falamos de coragem e superação. Entendemos que era de extrema importância expor nossa vida de modo a encorajar outras pessoas a seguirem naquilo em que acreditam, seja para estar em um determinado relacionamento, mudar de cidade, trocar de emprego ou qualquer outro tipo de decisão que tenham que tomar para ser verdadeiramente felizes."
 
Trata-se de um livro para refletir sobre coragem para mudar as nossas vidas, superar medos, tomar decisões e também de olhar para dentro de nós e parar de julgar a vida do outro. Isso não cabe a nenhum de nós. Nosso papel é amar o próximo, ter compaixão.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade