Publicidade

Estado de Minas ARTE FINAL

Covid-19: consumidor cobra conscientização das marcas


postado em 22/03/2020 04:00 / atualizado em 20/03/2020 00:39

A informação é a melhor receita para evitar o pânico no combate ao Coronavírus (foto: divulgação)
A informação é a melhor receita para evitar o pânico no combate ao Coronavírus (foto: divulgação)

 
Nos últimos anos, o engajamento das empresas em causas sociais passou a ser determinante no processo de compra. Inúmeros eventos e ações foram promovidos ou, no mínimo,  apoiados por importantes marcas. Muitos voltados para o setor saúde, mas a maioria de caráter festivo. Mas neste momento de pandemia da Covid-19, qual a responsabilidade das empresas? Diante da realidade global, que não permite "maquiar" com simples ações de "boa vizinhança", o que fazer? Afinal, qual a respon- sabilidade das marcas no comba- te ao novo coronavírus?
 
No mínimo, as empresas precisam estar ao lado dos consu- midores. Algumas marcas já se posicionaram, estão revisando suas campanhas e assumindo boa parcela de contribuição contra o coronavírus, enquanto ou- tros setores estão sendo denunciados pela prática de preços abusivos. As redes de supermercados, por exemplo, estão trocando suas campanhas de promoções por orientações aos consumidores, para evitar a corrida maluca às gôndolas. A situação ficou caótica em algumas cida- des. Pelo medo do desabastecimento, o povo esvaziou estoques, transferindo as prateleiras dos supermercados para suas despensas. Faltou informação, sobrou egoísmo. 
A orientação da Federação Nacional da Propaganda (Fenapro) é para que as agências se adaptem rapidamente às necessidades. Pela característica do segmento, a relação de trabalho sugerida é o home office. Juntamente com as Sinapros de todo país, a entidade elaborou documento com sugestões de medidas para o combate à proliferação do coronavírus. Saiba mais em www.fenabro.org.br

CONSCIENTIZAção Certamente, as marcas que se colocarem mais próximas dos consumidores, de forma huma- nitária, serão sempre fraternalmente lembradas por eles. É o que mostra pesquisa realizada pela plataforma MindMiners a pedido do site Meio & Mensagem. A pesquisa quantitativa foi realizada com amostra de 500 respondentes de todas as regiões do Brasil. O objetivo do estudo foi identificar a percepção das pessoas em relação ao papel e à ação das marcas em meio à pandemia.
Questionados sobre o papel das marcas e empresas neste momento, 46,9% dos participantes acreditam que a responsabilidade envolve a ajuda na conscientização da população. Além disso, 28,9% dos entrevistados defendem que as marcas e empresas se manifestem publicamente. Para 47,1%, a publicidade tem um papel fundamental de informação e conscientização. Do montante, 40,1% afirmaram que, na última semana, viram ações publicitárias relacionadas ao coronavírus. O sentimento de 48,1% é positivo em relação ao que viram.

EXEMPLO Quando a pergunta é sobre lembrança de marcas, 64% apontam que se lembram de uma marca associada ao tema nos últimos dias. Em primeiro lugar aparece a Ambev, que anunciou que se mobilizou para produzir 500 mil unidades de garrafas de álcool em gel na cervejaria loca- lizada em Piraí, no Rio de Janeiro. O produto é destinado aos hospitais públicos nos municípios de São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília, onde se concentra a maioria dos casos da doença até o momento. 
 
Uma rede de fast-food anunciou que destinará parte de sua receita líquida de qualquer lan- che vendido nos restaurantes até o fim deste mês para o Sistema Único de Saúde (SU). A ação apa- rece entre os respondentes da  pesquisa também como importante. Outras empresas também são lembradas, entre elas o iFood, que criou um fundo para entregadores com coronavírus. Em- presas de tecnologia como Go- ogle e Facebook criaram também ações para colaborar na contenção do vírus. Ainda de acordo com a pesquisa, o foco das empresas neste momento deve ser de proteger e cuidar de funcionários (30,1%); conscientizar a população em seus canais de comunicação (28%) e realizar doações para ajudar o sistema de saúde, 21,4%.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade