Publicidade

Estado de Minas CASA MINEIRA

Clima campestre


postado em 02/02/2020 04:00 / atualizado em 03/02/2020 15:22

 

O balanço dependurado nos galhos do pé de manga evoca memórias de infância assim como a prática da pescaria, hobby do dono da casa. O mobiliário é marcado por pontos de cor (foto: jomar bragança/divulgação)
O balanço dependurado nos galhos do pé de manga evoca memórias de infância assim como a prática da pescaria, hobby do dono da casa. O mobiliário é marcado por pontos de cor (foto: jomar bragança/divulgação)

 

Vencedor do concurso nacional da empresa Tidelli na categoria residencial, este projeto alia o bucolismo do campo ao conforto contemporâneo.  Responsável pela concepção arquitetônica e pela decoração dos interiores, o escritório de Gláucia Brito tirou partido da natureza em torno do sítio levando em conta dois elementos já existentes no terreno - uma mangueira antiga e uma lagoa -, integrando-os ao cenário da construção.  Os ambientes internos conversam entre si e com o exterior em um diálogo perfeito.

 

A mangueira e o lago serviram de base para a elaboração do projeto de Gláucia Britto. A varanda com piso em mármore bege bahia se estende por um deck de madeira protegido por amuradas no mesmo material(foto: jomar bragança/divulgação)
A mangueira e o lago serviram de base para a elaboração do projeto de Gláucia Britto. A varanda com piso em mármore bege bahia se estende por um deck de madeira protegido por amuradas no mesmo material (foto: jomar bragança/divulgação)
 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade