Conteúdo para Assinantes

Continue lendo ilimitado o conteúdo para assinantes do Estado de Minas Digital no seu computador e smartphone.

price

Estado de Minas Digital

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas digital por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Estado de Minas

Perfeição X reparação


postado em 31/03/2019 05:09

Quem de nós não conhece um perfeccionista ou muitas vezes não o é? Achamos bonito quando alguém dá o máximo para que algo fique primoroso, inquestionável, extraordinário. Só que o grande problema de quem se identifica como perfeccionista é o fato de que não aceita erros, principalmente os próprios, nem mesmo os pequenos deslizes muitas vezes provocados por fatores externos à nossa capacidade e à própria vontade.
 
Costumo brincar com minhas colegas de costura que estou mais para China que para França, numa alusão ao nível questionável do acabamento de alguns produtos chineses em comparação com a alta-costura francesa. Não que eu seja uma lambona, apenas quando tento várias vezes e não consigo o acabamento desejado, me dou por satisfeita com o resultado final e saio feliz da vida usando minha mais nova peça de roupa.
 
A vida me ensinou que um de nossos maiores problemas é que quando não aceitamos nossos limites e que somos seres que erram, e muito, buscamos reparar nossos defeitos através do perfeccionismo e não do aperfeiçoamento. Por isso, cada vez que tento fazer um ponto e não consigo, sei que da próxima vez, num outro momento, poderei fazer melhor. Mas isso demanda tempo, exercício e amadurecimento. Não é de uma hora para a outra e muito menos quando eu quiser, não adianta fazer birra e chantagem.
 
O perfeccionista, sabendo ser impossível a infalibilidade, se coloca sempre na posição de culpado e busca de forma equivocada dar saltos na qualidade de tudo aquilo que faz. Costuma ser muito rígido consigo mesmo e com os demais ao seu redor. Ninguém faz como ele. A mãe perfeccionista é a melhor do mundo, o motorista perfeccionista é o melhor do mundo, a médica perfeccionista é a melhor do mundo e quando erram ou se deparam com alguém melhor (e vão encontrar aos montes, claro) sofrem muito. Donde se conclui que sofrer é com eles!
Perfeição significa excelência em seu mais alto grau, ou seja, acima de mim não há outros. Ninguém pode ter a pretensão de não errar, do contrário estará sempre se culpando do que acontece, sendo de sua responsabilidade ou não. Essa necessidade de encontrar alguém em quem depositar a culpa faz com que nos fixemos na dor e esqueçamos que aquilo que não deu certo é apenas algo sobre o qual ainda temos muito a aprender.
 
Os erros deveriam servir para nos remeter ao aprendizado ou ao reaprendizado do que percebemos mal e não para nos aprisionar ainda mais num ciclo infindável de autocobranças no qual insistimos em permanecer. Que aprendamos a não nos sentir culpados, mas responsabilizados pelo que nos acontece. Isso nos remete a um processo de reparação e, consequentemente, a vida se torna mais leve e melhor.


Publicidade