Conteúdo para Assinantes

Continue lendo ilimitado o conteúdo para assinantes do Estado de Minas Digital no seu computador e smartphone.

price

Estado de Minas Digital

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas digital por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Estado de Minas

La Prospérité

A estilista Bárbara Maciel mergulhou no mar de ideias do feng shui em busca da prosperidade e criou o outono/inverno 2019 inspirada em peixes e aquários


postado em 03/02/2019 05:04

(foto: Márcio Rodrigues/divulgação)
(foto: Márcio Rodrigues/divulgação)



Para esta coleção de outono/inverno 2019, a B.Bouclé se inspirou no movimento dos peixes, bem como suas texturas e simbologia. “Prospérité, na língua francesa, significa prosperidade e traduz o conceito que buscamos para essa coleção, de peças que carregam o DNA da marca e nos reforça como moda autoral”, diz a estilista e proprietária Bárbara Maciel.


Na técnica feng shui áquários com peixes trazem prosperidade e atraem riqueza. Como tudo nessa antiga filosofia oriental, desde que esteja colocado corretamente, dentro de um tamanho adequado e proporcional ao ambiente onde ficará. Peixes de aquário fará com que seu proprietário fique mais forte e mais persistente. A água contínua, presente no ambiente, ajuda a atrair a energia da riqueza e da prosperidade para o local. Pensando nisso, a estilista Bárbara Maciel mergulhou nesse “aquário de ideias” e trouxe para esta coleção peças que remetem aos peixes, como escamas bordadas, estampas de peixes enfileirados e acessórios em formatos desses animais aquáticos, como brincos e cintos. Para compor esse mood foi desenvolvida uma estampa poética que traz trechos de poemas que falam sobre o ciclo de vida dos peixes.


A coleção é fresh e traz consigo um inverno leve, com peças em seda, jacquard, malhas texturizadas, tecidos nacionais, naturais e tecidos aveludados. No shape, o estilo único, cheio de personalidade da marca, que define uma mulher elegante e que marca presença aonde chega. A roupa pode ser usada para o trabalho, por uma profissional descolada, e também para um happy hour, jantar, enfim, trata-se de uma moda eclética, em termos de ocasiões e ambientes. Claro que Bárbara Maciel e seu assistente Giorgi Philipi, que assinam o estilo da coleção, não ignoraram a premissa máxima atual da moda: conforto. Ele está presente em todas as peças, mesmo na alfaiataria.


Além das estampas exclusivas que citamos acima, temos que destacar o veludo verde-musgo, encontrado pela grife. O tecido tem um trabalho na trama que remete de forma bem interessante a escamas de peixe. Saias volumosas, assimetrias, pregas e plissados predominam nos modelos compostos por vestidos, macacões, saias, sobretudos e pantacourts.


Publicidade