Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Estado de Minas

Vexame histórico da seleção em 2014 ajuda quatro instituições brasileiras


postado em 20/01/2019 05:08

Representantes do Mineirão, da Dahw Brasil, do consulado da Alemanha e das quatro instituições contempladas na solenidade de entrega dos recursos (foto: Agência i7/Mineirão/Divulgação)
Representantes do Mineirão, da Dahw Brasil, do consulado da Alemanha e das quatro instituições contempladas na solenidade de entrega dos recursos (foto: Agência i7/Mineirão/Divulgação)

 

 

Sabe aquele vexame na semifinal da Copa do Mundo de 2014, em pleno Mineirão, que ninguém gosta de lembrar, embora não consiga esquecê-lo? Pois uma ação inteligente do Mineirão e da DAHW Brasil serve para aquietar os apaixonados torcedores brasileiros. As instituições criaram, em 2018, o Projeto Goleada do Bem e, agora, entregaram simbolicamente cerca de R$800 mil a quatro instituições contempladas. O recurso vem de uma trave e uma rede utilizadas na goleada de 7 a 1 da seleção da Alemanha sobre o Brasil. A rede foi dividida em pedaços e os interessados em ter uma lembrança daquela semifinal contribuíram com doações acima de 71 euros. Já a trave foi destinada ao acervo do museu do futebol de Dortmund, na Alemanha.


A ação recebeu mais de 50 projetos de todas as regiões do Brasil, sendo que quatro atenderam aos requisitos do edital, lançado em outubro/18. A cerimônia de entrega foi realizada durante o seminário "Futebol, gestão e Inovação". Os contemplados são os projetos da Geração 4, de Jaboatão dos Guararapes, em Pernambuco, a Fundação Faculdade Regional de Medicina de São José do Rio Preto (Funfarme) e de duas instituições de Belo Horizonte: a Fundação Benjamin Guimarães - Hospital da Baleia e o Projeto Bom na Bola, Bom na Vida. "Cumprimos mais uma etapa de um grande projeto. Agora, começa o trabalho mais gratificante, que é ver os projetos apresentados saírem do papel e impactarem diretamente e de forma muito positiva a sociedade e a vida das pessoas", ressalta a gerente de relações institucionais do Mineirão, Ludmila Ximenes.


O diretor Executivo da DAHW Brasil, Reinaldo Bechler, afirmou que a entrega desses recursos é materializar um trabalho que está sendo realizado há quase um ano, por meio do "Goleada do Bem". "Estamos ansiosos por ver as pessoas serem beneficiadas com esse trabalho e entendemos que a dimensão foi gigantesca, por isso queremos colocar em prática rapidamente esses quatro projetos".


Cada uma das instituições receberá aproximadamente R$ 200 mil, conforme previsto em edital. O Mineirão e a DAHW Brasil acompanharão toda a execução dos projetos e as instituições prestarão conta dos valores recebidos à comissão organizadora do Goleada do Bem periodicamente.

BASQUETE CADEIRANTE A representante da Funfarme, Amália Tieco da Rocha, demonstrou sua gratidão pelo hospital ser contemplado com os recursos. "Estamos muito felizes e esse projeto vai mudar a vida de várias crianças por meio da inclusão social". A instituição de saúde de São José do Rio Preto (SP) utilizará o recurso para implementar um projeto de basquete em cadeira de rodas.

GERAÇÃO 4 O coordenador geral do instituto, Fernando de Oliveira Valença, o Fernando DDI, atleta da seleção brasileira de beach soccer, se diz realizado com a escolha do projeto, que usa o futebol de areia para afastar as crianças das drogas. "Foi muito importante participar de um edital tão concorrido. É a certeza de estarmos na direção certa. Receber esse aporte, de uma instituição reconhecida, e de outro estado, aumenta ainda mais nossa responsabilidade".

BORA JOGAR O Projeto Bom na Bola, Bom na Vida, que por meio do "Bora Jogar Bola" contribuir para formação integral de crianças e jovens da região Oeste de Belo Horizonte. Carlos Antônio, presidente do Bom na Bola, Bom na Vida, afirma que "receber os recursos será algo de enorme relevância para o projeto social. É o reconhecimento de um trabalho e teremos a possibilidade, agora, de fundamentar nossos projetos".


Uma das mais respeitadas instituições de saúde de Belo Horizonte, o Hospital da Baleia, inscreveu projeto que visa a melhoria da saúde bucal e da qualidade de vida das crianças em tratamento oncológico. A gerente de mobilização de recursos da instituição, Danielle Ferreira, falou da importância desses valores para o hospital. "Foi uma excelente oportunidade para o Hospital da Baleia. São recursos que serão destinados para garantir melhor qualidade para os pacientes. Esse valor fará diferença no hospital, com toda certeza", afirma.


Publicidade