Continue lendo os seus conteúdos favoritos.
Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Estado de Minas

Botecar de Verão está de volta em 40 bares da cidade


postado em 11/11/2018 05:05

O Botecar fora de época está de volta. Em sua terceira temporada, o Botecar de Verão foi aberto na última quarta-feira com muitas novidades. O evento fora de época vai selecionar cinco novos integrantes para o Festival Botecar de 2019. Dez novos bares participam da disputa até 2 de dezembro. Este ano, os novatos têm a companhia dos 30 bares de melhor classificação na edição passada, o que proporciona oportunidade para matar a saudade dos pratos.


São 40 bares participantes, 30 integraram a edição do Botecar promovida no primeiro semestre. Aprovados por júri e público, eles já estão garantidos em 2019. Os 10 "novatos" terão quer passar na prova que pede criatividade com sabor e claro aquele atendimento personalizado que só se encontra nos botecos da capital. "É uma oportunidade do público de Belo Horizonte e turistas, que estão sempre presente no festival, revisitarem os tira-gostos que foram oferecidos na edição de 2018. O Botecar de Verão oferece ao público aquela vibe festiva que teve presente no festival", comenta o organizador do festival Antônio Lúcio Martins. Ele ressalta que tudo acontece de forma democrática para a seletiva de 2019. No decorrer do ano, há indicações de bares do público (pelo site oficial do festival).

SUSTENTABILIDADE Uma das novidades desta edição é o engajamento com foco na sustentabilidade, que será lema do evento. "Somos socialmente responsáveis pela maneira que utilizamos os recursos disponíveis e sua relação com a natureza. Há pequenas ações que podemos fazer que tenham um resultado maravilhoso", comenta Antônio.
Entre as ações se destacam o descarte consciente de óleo e resíduos, estímulo à coleta seletiva e incentivo aos sistemas de iluminação econômica, como o LED; ajuda na conscientização popular para evitar descarte de lixo na rua, incentivo, em sua comunicação, à utilização de transporte público, apps, táxi ou caronas entre amigos, que, além de contribuir para a segurança no trânsito, pretende-se cooperar com menor emissão de CO2. E claro, o uso consciente da água.


Publicidade