Conteúdo para Assinantes

Continue lendo ilimitado o conteúdo para assinantes do Estado de Minas Digital no seu computador e smartphone.

price

Estado de Minas Digital

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas digital por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Estado de Minas

Mulher gosta de enfeite

Variedade de formas, cores e materiais chamam a atenção no setor de bijuterias


postado em 04/11/2018 05:06

Claúdia Marisguia(foto: Divulgação)
Claúdia Marisguia (foto: Divulgação)


Um setor que vem crescendo a cada edição do Minas Trend é o das bijuterias, graças ao grande trabalho que o Sindjoias tem feito. Segundo o presidente da instituição, nesta edição o crescimento foi de 20%. Além dos expositores mineiros destacam-se os de Alagoas e do Rio Grande do Sul.


A diversidade de estilos chama a atenção. Desde peças esportivas com materiais alternativos e sustentáveis, até as bijus sofisticadas que receberam o nome de semijoias por serem feitas em prata ou ródio, algumas com banho de ouro, e cravações de zircônio com perfeição.


É impossível passear pelos corredores sem se sentir atraídos pelos brilhos, formas e modelos tão diversos. A mineira Fiorita, que está no mercado há mais de 20 anos, tem um mix de produtos variados. Busca atender a mulher que gosta de peças finas e apresenta designs variados, desde os modelos mais clássicos como rivieras até as peças maiores e mais modernas.
A SB, de Uberada, sempre traz novidades com sua diversidade de linhas na coleção, usando e abusando das cores. Flores e animais sempre estão presentes. Destaque este ano para as pulseiras com folhas em resina.


Cláudia Arbex se inspirou nos grandes musicais para criar sua coleção de inverno 2019. Gargantilha e colares mais longos com chuveiro é a inspiração do Haven. Já pássaros e flores trazem a magia do oriente de Alladim e sua Yasmin.


Claudia Marisguia se inspirou nos extraordinários joalheiros que passaram pela história mundial, e deixaram marcas que se mantêm ao longo do tempo como Cartier, Bvlgari, Boucheron e Tiffany. As grifes ganharam interpretações contemporâneas na coleção Joalheria Vintage- inverno 2019 da marca mineira. Peças geométricas, com inspiração déco; outas com expressiva gama de cores; mix de materiais e uma pegada étnica; e por fim formas sofisticadas e motivos clássicos, porém com visão contemporânea e uso de esmalte.


Camila Klein se inspirou na ilusão e no paralelo entre o real e a ilusão de ótica para criar as quatro linhas que compõem sua coleção. Muita geometria, design arte deco, pedrarias, flores e pérolas são os materias e formas mais usados.


Brenda Fernandes e Carlos Garcia, estão no mercado há muitos anos produzindo para outras marcas, mas há cinco anos decidiram abrir grife própria, a Toda Cor e trazem um trabalho autoral em resina bem interessante, com personalidade e bom gosto. Outro trabalho diferenciado, dessa vez em metal, couro e borracha é da também mineira Luiza Rogi. Peças modernas, design clean e minimalista.


A nordestina Sandra Cavalcanti ampliou sua atuação, além das bijus, trouxe lindos xales com longas franjas e aplicações de flores variadas em crochê. Trabalho rico e diferenciado.


Publicidade