Publicidade

Estado de Minas MUITO ALÉM DO SABOR

No competitivo mundo dos cosméticos, empresa mineira apostou no café

Em parceria com universidades da região, bioquímica desenvolveu estudos sobre os benefícios do café para os cuidados da pele e dos cabelos. Hoje, a empresa exporta seus produtos para Portugal e Holanda


postado em 10/05/2015 06:02 / atualizado em 10/05/2015 08:00

A empresária Vanessa Vilela apostou no café para criar a Kapeh, empresa de cosméticos no Sul de Minas(foto: Cintia Duarte/Divulgação)
A empresária Vanessa Vilela apostou no café para criar a Kapeh, empresa de cosméticos no Sul de Minas (foto: Cintia Duarte/Divulgação)
Inovação, palavra mágica que pode mudar a vida de um negócio, também é capaz de abrir as portas para empresas de micro e pequeno porte em mercados altamente competitivos, como o mundo dos cosméticos. Para especialistas, uma das chaves para que boas ideias saiam da cabeça do empreendedor e prosperem é que elas sejam compartilhadas com mentores e instituições que juntas aprimoram modelos, corrigem falhas e ajudam o negócio a crescer. Sozinho, o caminho é mais difícil.

No Sul de Minas, está concentrada a maior produtora de café do mundo. Da região saem os grãos selecionados, exportados para mercados internacionais, como Estados Unidos e Europa. Mas o mercado do café está além da commodity e foi transformado em cosméticos pela Kapeh, empresa que nasceu no Sul do estado, em 2007, criada pela farmacêutica e bioquímica Vanessa Vilela.

Em parceria com universidades da região, como a Ufla (Universidade Federal de Lavras), a bioquímica desenvolveu diversos estudos sobre os benefícios do café para os cuidados da pele, dos cabelos, e foram muitas as descobertas: “O grão é rico em oxidantes, flavonoides, tem ação antienvelhecimento e ainda promove uma proteção solar natural”, diz a farmacêutica e executiva da marca.

Com investimentos iniciais na ordem de R$ 300 mil, Vanessa Vilela deu passos firmes em um mercado dominado por gigantes, oferecendo uma linha de cosméticos inovadora, agregando aos seus produtos uma matéria-prima pioneira e original. Contando com o apoio de instituições especializadas, e investimentos que vão da pesquisa à embalagem, a Kapeh cresceu no mercado, arrebatou prêmios de empreendedorismo nacionais e internacionais, e de inovação. Hoje, a empresa que nasceu em Três Pontas, no Sul do estado, já exporta seus produtos para Portugal e Holanda. A primeira linha contava com seis produtos, hoje são mais de 100 itens vendidos em 200 pontos comerciais. “Em 2013, criamos a franquia Kapeh, modelo que pretendemos expandir”, diz Vanessa. Segundo ela, o investimento inicial da franquia é de R$ 130 mil e uma das lojas está em Belo Horizonte, na região da Savassi.

Grandes ideias

Ênio Borges, coordenador da Endeavor em Minas, instituição que apoia empreendimentos com alto potencial de crescimento, explica que um conceito importante nos negócios é a criação de valores e de diferencial competitivo. “O empreendedorismo cresceu no Brasil, mas o país e Minas ainda têm muito o que caminhar e se desenvolver”, diz o executivo. Um dos caminhos é deixar de revisitar formas conhecidas de empreender, de copiar e buscar a inovação. “Grandes ideias não nascem sozinhas.” O executivo reforça que um gênio é sempre cercado por uma equipe brilhante. Por isso, é preciso que os empreendedores busquem o aprimoramento e o desenvolvimento de suas ideias, compartilhando só projetos com mentores, se aproximando de instituições e organizações que possam apoiá-los em seu processo de crescimento.


Vanessa Vilela, que começou sua empresa com 20 funcionários e hoje emprega 150 pessoas, reforça que para conquistar o mercado é preciso conseguir ser competitivo com preços e pioneirismo. Além da parceria com a universidade, a Kapeh é também apoiada pela Endeavor. “O café que usamos em nossa produção vem da fazenda, que está em sua sexta geração. É produzido com sustentabilidade e tem toda uma rastreabilidade”. Segundo a executiva, diferenciais como a sustentabilidade da produção são um exemplo importante que deve ter a atenção do empresário, sendo um dos pilares para a expansão de seu negócio.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade