Publicidade

Estado de Minas MEIO AMBIENTE

Na onda ecológica da Rio+20, selecionamos alguns dos carros mais verdes do mundo


postado em 14/06/2012 15:19

Até o próximo dia 22, os olhos do mundo estarão voltados para o Brasil, mais precisamente para o Rio de Janeiro, onde está sendo realizada a Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável, a Rio+20. Na onda ecológica que envolve o planeta, resolvemos fazer um apurado com os carros mais verdes, ou eficientes - como as montadoras gostam de chamar. Alguns desses modelos já rodam pelas ruas brasileiras, entretanto nosso país ainda está bem atrasado no quesito sustentabilidade sobre quatro rodas, pois os modelos híbridos e elétricos não recebem incentivos para se tornarem viáveis ao mercado local.

NEM HÍBRIDO, NEM ELÉTRICO
É possível fazer um carro sustentável sem torná-lo híbrido ou elétrico? Algumas montadoras acreditam nisso e vendem modelos comuns, com motor apenas à combustão, porém com o selo de “carros verdes”. São tecnologias que auxiliam o motorista a uma condução mais econômica, seja por um indicador no painel ou por mudanças na dinâmica do veículo.

(foto: Divulgação)
(foto: Divulgação)

Fiat Uno Economy
Com motor 1.4, o modelo da Fiat possui um “Econômetro”, que indica quando o motorista está dirigindo de forma mais econômica. Segundo a montadora, ele faz 16,3 km/litro na cidade e 21,5 km/litro na estrada com gasolina.
(foto: Divulgação)
(foto: Divulgação)

Honda Civic 2012
A linha 2012 de alguns modelos da japonesa Honda vem com o novo sistema Econ. Através de um botão no painel é possível acessar a função que modifica a dinâmica do carro. O painel passa a indicar a forma mais econômica de condução.
(foto: Divulgação)
(foto: Divulgação)

Fox BlueMotion
A Volkswagen lançou recentemente o Fox BlueMotion com motor 1.6. Segundo a montadora, o modelo faz 16,1 km/litro na média cidade/estrada, abastecido com gasolina. Cerca de 12% mais econômico do que a versão similar.
(foto: Divulgação)
(foto: Divulgação)

Smart ForTwo
O compacto urbano da Smart assumiu em 2010 o posto de não-híbrido mais ecológico do mundo com níveis baixos de emissões e consumo de 14,1 km/l na cidade e 17,5km/l na estrada. A Smart lançou recentemente uma versão elétrica do ForTwo.

 

OS HÍBRIDOS + FAMOSOS
A união da motorização a combustão e elétrica é hoje a forma mais adotada pelas montadoras para reduzir os níveis de emissão de poluentes e baixar o consumo de combustível dos carros. No Brasil, eles ainda são artigo de luxo, mas pelo mundo estão cada vez mais presentes.

(foto: Divulgação)
(foto: Divulgação)

Ford Fusion Hybrid
Sedã grande da Ford foi o primeiro híbrido a chegar ao Brasil, em 2010. No primeiro ano de comercialização no país foram vendidas apenas 175 unidades. Ele é capaz de fazer até 16,5 km/l na cidade e 19,4 km/l na estrada, segundo a Ford.
(foto: Divulgação)
(foto: Divulgação)

Toyota Prius
O modelo japonês é o híbrido mais vendido no mundo. Sua produção foi iniciada em 1997 e já vendeu mais de 2,3 milhões de unidades pelo mundo. Seu consumo é de 25,5 km/l, o que dá uma autonomia de 1.150 km com seu tanque de 45 litros cheio. O Prius chega ao Brasil ainda neste ano.
(foto: Divulgação)
(foto: Divulgação)

Audi Q5 Hybrid
Lançada no ano passado, o modelo da Audi foi um dos primeiros SUVs de luxo a adotar a tecnologia híbrida. O Q5 Hybrid é equipado com um motor a gasolina 2.0 TFSI e um bloco eléctrico. De acordo com a Audi, o consumo combinado do modelo é de 14,9 km/l de gasolina.

 

 

ELETRICIDADE PÚBLICA
Enquanto os híbridos timidamente chegam ao Brasil, modelos elétricos já estão circulando em ruas pelo mundo. Com zero de emissões de poluentes, muitos apostam nos carros elétricos como sendo o futuro do setor automotivo.

(foto: Divulgação)
(foto: Divulgação)

Nissan Leaf
A primeira montadora a produzir em grande escala um carro 100% elétrico foi a Nissan. O Leaf tem autonomia de aproximadamente 160 km e sua motorização gera 107 cv de potência e ótimos 28,5 kgfm de torque.
(foto: Divulgação)
(foto: Divulgação)

Chevrolet Volt
O modelo da GM gera certa discórdia sobre o fato de ser um genuíno carro elétrico ou se é mais um híbrido. Isso porque, caso a carga de suas baterias que abastece o motor elétrico acabe, entra em ação um motor movido a gasolina apenas para gerar eletricidade. Dessa forma, a autonomia do Volt é de até 560 km.
(foto: Divulgação)
(foto: Divulgação)

Toyota Rav4 EV
Feito para o mercado norte-americano, o SUV da Toyota tem autonomia de aproximadamente 100 km e precisa de seis horas para ser recarregada em tomada de 240V. A Toyota espera vender cerca de 2.600 unidades do novo RAV 4 EV nos próximos três anos nos Estados Unidos.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade