Publicidade

Estado de Minas

Colégio oferece educação de jovens e adultos gratuitamente em Contagem

Vagas podem ser preenchidas por adolescentes a partir dos 15 anos. Aluno também ganha material didático, uniforme e lanche


postado em 23/01/2019 17:29 / atualizado em 23/01/2019 18:17

(foto: Sociedade Inteligência e Coração/Divulgação)
(foto: Sociedade Inteligência e Coração/Divulgação)

Nunca é tarde para estudar. Pensando nisso, o Colégio Agostiniano Frei Carlos Vicuña, oferece uma oportunidade àqueles que não tiveram acesso, ou não puderam dar continuidade aos estudos no ensino fundamental e médio na idade de direito. As inscrições estão abertas para educação de jovens e adultos (EJA). Cada série é realizada em seis meses e o curso é gratuito, incluindo material didático, uniforme e lanche
 
Para matrícula em cursos de ensino fundamental (8º e 9º ano) da EJA é necessário ter no mínimo 15 anos. No Ensino Médio (1º ao 3º período), no mínimo 18. Um dos pré-requisitos para a bolsa de estudos é possuir renda familiar máxima de um salário mínimo e meio.

As inscrições podem ser realizadas pelo site www.freicarlosvicuna.com.br, ou presencialmente na Avenida Cristal, 35, Bairro Jardim Riacho das Pedras, em Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Para mais informações, o interessado pode ligar no telefone (31) 2103-0704.  

 

Vocação para obras sociais

O Colégio Agostiniano Frei Carlos Vicuña funciona desde 2012 no turno da noite nas dependências do Colégio Santo Agostinho – Contagem e atende a aproximadamente 400 alunos por semestre. É uma das obras sociais da Sociedade Inteligência e Coração (SIC), dos freis agostinianos, uma entidade civil de assistência social, sem fins lucrativos, de caráter beneficente, cultural e de promoção humana. Com sede em Belo Horizonte e há 83 anos no Brasil, a SIC é mantenedora do Colégio Santo Agostinho, unidades BH (Santo Agostinho e Gutierrez), Contagem e Nova Lima (também na Grande BH), com cerca de 8 mil alunos. Além disso, mantém quatro obras sociais no âmbito da educação atendendo a outros 3,5 mil alunos.

 
*Estagiária sob supervisãoda subeditora Regina Werneck

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade