Publicidade

Estado de Minas

Mineiros consultam resultado do Enem 2018 nesta sexta-feira (18)

Exame somou quase 583 mil inscrições em Minas Gerais


postado em 16/01/2019 14:03

Mineiros consultam resultado do Enem 2018 nesta sexta-feira (18)(foto: Educa Mais Brasil)
Mineiros consultam resultado do Enem 2018 nesta sexta-feira (18) (foto: Educa Mais Brasil)

O resultado do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2018 está previsto para ser divulgado nesta sexta-feira (18). Todas as informações serão disponibilizadas na Página do Participante e no Aplicativo do Enem. Entre os 583.031 inscritos em Minas Gerais, 441.937 compareceram no primeiro dia. Considerando as duas datas de aplicação, 04 e 11 de novembro, os índices de ausências fecharam em 24,2% e 27,5%, respectivamente.


Apenas os participantes regulares do Enem conhecerão o resultado no dia 18 de janeiro. Na ocasião, o Boletim de Desempenho individual poderá ser consultado, mas o espelho das redações do Enem será disponibilizado posteriormente, ainda no primeiro semestre de 2019, segundo informações do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).


Os participantes do Minas Gerais representaram 10,6% do total de 5,5 milhões de inscritos no exame, aproximadamente. A região Sudeste apresentou o maior número de inscrições (2.015.577) na edição 2018, cerca de 36,6% dos inscritos.


Treineiros do Enem


Para os treineiros do Enem, a previsão é que o boletim de desempenho seja disponibilizado após dois meses, ou seja, a partir de 18 de março. São considerados treineiros os participantes que tenham menos de 18 anos no primeiro dia de realização do exame e concluirão o Ensino Médio após o ano letivo de 2018


Ensino Superior


As notas do Enem podem ser usadas em programas do Governo Federal para o acesso ao ensino superior. É o caso do Sistema de Seleção Unificada (SiSU), cujas inscrições para vagas em instituições públicas de ensino serão abertas em 22 de janeiro; o Programa Universidade para Todos (Prouni), cujas inscrições serão iniciadas em 29 de janeiro e garantem bolsas de estudo em instituições privadas, em caso de aprovação. 


É possível se candidatar às vagas em universidades portuguesas com a pontuação. Há também a possibilidade de se inscrever no Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) e conseguir empréstimo para o ensino superior a juros zero (modalidade Fies) ou a juros definidos por instituições financeiras (modalidade P-Fies). 


Bolsa de estudo


A participação no exame não é obrigatória para a contratação da bolsa de estudo por meio do Educa Mais Brasil, que é considerado o maior programa educacional do país. O estudante tem acesso ao benefício no site do Educa Mais e consegue descontos de até 70% para a graduação em 2019. 


São mais de 400 mil bolsas para o ensino superior no primeiro semestre letivo do ano. Não há cobrança de juros e não é preciso pagar valor adicional ao final da faculdade, caso todos os débitos tenham sido quitados ao longo do curso. Saiba mais em www.educamaisbrasil.com.br.


Publicidade