Publicidade

Estado de Minas

Eternos estudantes: 11 de agosto, é o dia dos que dedicam seu tempo ao aprendizado

Independente da idade, o estudo é sempre enriquecedor


postado em 10/08/2018 15:09

Eternos estudantes: 11 de agosto, é o dia dos que dedicam seu tempo ao aprendizado(foto: Educa Mais Brasil)
Eternos estudantes: 11 de agosto, é o dia dos que dedicam seu tempo ao aprendizado (foto: Educa Mais Brasil)

Hoje o dia é reservado àqueles que dedicam boa parte do seu tempo para os estudos. Mas, muitos não sabem o que o Dia do Estudante realmente significa. Para compreender, é preciso voltar ao tempo. A data relembra 11 de agosto de 1827, quando D. Pedro I deu início a criação dos primeiros cursos superiores no Brasil. Umas das primeiras faculdades foi a de Direito de Olinda, em Pernambuco. 

 
Por isso também, é comemorado hoje o Dia do Advogado, uma homenagem ao marco do início do Ensino Superior no Brasil que foi, justamente, o curso de Direito. 


Estudantes no Brasil
Segundo o Censo Escolar 2017, realizado pelo Ministério da Educação (MEC), quase 48,8 milhões de brasileiros estão matriculados na Educação Básica. Vale ressaltar que o acesso à educação é um direito assegurado pelo Artigo 26 da Declaração Universal dos Direitos Humanos. Por isso, a criação de programas governamentais para incentivar a permanência na escola e zerar o analfabetismo.


Uma dessas ações do Governo brasileiro é o Plano Nacional de Educação, que monitora, a cada ano, o número de alunos matriculados na Educação Básica. Existem também planos para o ensino superior que, além de facilitar a entrada em uma universidade, concedem auxílio para estudantes.


Um outro programa que vem ajudando o acesso ao ambiente de estudos é o Educa Mais Brasil, que concede bolsas de estudo em diversas modalidades. Quem contou com este apoio foi a dona de casa Cristina Alves Bezerra, de 45 anos, que está cursando Pedagogia. Ela sempre quis investir nos estudos, mas teve que adiar o sonho devido à maternidade que a obrigou a assumir outras responsabilidades financeiras. Só depois de criar a filha, voltou a pensar nos estudos. "Conheci o programa e logo me interessei. Foi a chance única de voltar a estudar, no curso que pretendia e com um desconto consideravelmente bom", ressalta.


Um outro exemplo de dedicação aos estudos é o Fernanda Jordão, que trabalha na área de saúde como administradora hospitalar. " Sempre me dediquei aos estudos. Minha família não tinha muitas condições para pagar uma faculdade particular, mas eu nunca desisti. E isso vale para todos os estudantes que se encontram nesta situação" aconselha. O diploma não foi o suficiente. Hoje, Fernanda também está cursando a especialização com uma bolsa de estudo em Gestão de Qualidade. "Tive essa oportunidade de continuar estudando por causa do Educa Mais Brasil. Consegui 40% de desconto, o que me ajudou muito", acrescenta.


Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade