Publicidade

Estado de Minas

Professores comentam primeiro dia de provas do Enem

Na avaliação da equipe de educadores do Chromos Pré-Vestibular, as provas de 2014 foram superiores às do ano passado, sem questões problemáticas


postado em 08/11/2014 18:28 / atualizado em 08/11/2014 19:49

"O aluno que se preparou bem deve ter feito uma excelente prova nesse primeiro dia", disse o professor de história do Chromos Axelle Rocha. Na avaliação do educador, o teste de 2014 foi superior ao do ano passado. Não houve questões problemáticas, com dupla interpretação ou possibilidade de anulação. Em âmbitos gerais, tanto a prova de ciências humanas quanto a de ciência da natureza foram bem elaboradas, com questões claras e objetivas.


No que diz respeito à prova de História, segundo Axelle, o foco foi a história do Brasil, com destaque para o Golpe Militar e seus desdobramentos. " A questão que abordou a Comissão da Verdade e a que tratou da Constituição de 1988, mostram que o aluno tem que conhecer um pouco mais dos seus direitos e deveres enquanto cidadãos. Foi uma prova, portanto, que foi além do conhecimento histórico comum, e que exigiu uma postura cidadã do aluno frente ao dia a dia.

Para a professora de filosofia Anice Lima, a prova deste ano também foi mais fácil que no ano anterior, embora o nível de informação e conteúdo continue o mesmo, ou seja, "o aluno precisa ter conhecimento da história da filosofia para fazer a prova", ressaltou. Segundo ela, não houve questões com ambiguidade, exemplo do que ocorreu no ano passado. "Caiu desde os principais filósofos como Platão, Aristóteles e Galileu a temas relacionados aos assuntos da atualidade, como a bioética, que é a relação entre a ciência e a ética, além da ideia do progresso na sociedade e direitos sociais, como moradia e educação.



Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade