Publicidade

Estado de Minas

Bola será ouvido pela Justiça por envolvimento na morte de carcereiro


postado em 12/07/2011 07:28

O ex-policial Marcos Aparecido dos Santos, o Bola, um dos réus no processo sobre o suposto sequestro e assassinato da modelo Eliza Samudio, ex-amante do goleiro Bruno Fernandes, voltará a ser ouvido na quarta-feira, pela Justiça em audiência de instrução no fórum de Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, por envolvimento em outro crime. Ele é acusado de matar a tiros o carcereiro Rogério Martins Novelo, em maio de 2000, em Contagem.

Bola foi apontado como autor por um parente da vítima, que teria testemunhado a execução. Segundo o Ministério Público, Bola teria sido contratado para matar o carcereiro.

A audiência de instrução será comandada pela juíza Marixa Rodrigues, do Tribunal do Júri de Contagem, mesma magistrada que atua no Caso Bruno. Ela decidirá se pronunciará o acusado e se o mandará a júri popular. Com relação ao processo sobre Eliza Samudio, já está definido que Bola irá a júri popular.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade